Convergência Digital

Plano Nacional de Internet das Coisas vai gerar R$ 135 bilhões ao Brasil

Luís Osvaldo Grossmann e Rafael Bengoza - 04/10/2017

O plano para impulsionar a Internet das Coisas no Brasil, apresentado pelo governo durante o Futurecom 2017, calcula que o maior impacto com as medidas propostas será no setor industrial, que poderá ter ganhos ampliados em US$ 45 bilhões por ano a partir de 2025. 

“Pela Internet das Coisas é possível melhorar o patamar de produtividade do País, gerando vantagens competitivas para o Brasil. Na indústria, a produtividade pode aumentar em 40%, gerando receitas adicionais de US$ 11 bilhões a US$ 45 bilhões”, afirmou o secretário de Políticas de Informática do MCTIC, Maximiliano Martinhão. 

Além da indústria, o plano foca as ações em outras três áreas - cidades, saúde e rural - e prevê que os ganhos para os quatro segmentos podem chegar a US$ 200 bilhões. Assistam à íntegra da apresentação do Plano Nacional de Internet das Coisas, no Futurecom 2017.

Facebook Twitter Google+ LinkedIn Email Addthis
Para Anatel, regulação não resolve a crise do setor

“O retorno está menor, mas a solução principal não é regulatória, é de mercado" afirma o conselheiro Leonardo de Morais. Presidente da Claro, José Félix, diz que o mercado vive um imenso jogo de 'rouba monte'.

Orquestrador da nuvem é o cérebro das novas aplicações

"É no orquestrador que há um espaço enorme para a Inovação", atesta Paulo Berarndocki, que durante dois anos atuou como CTO global da Ericsson e está de volta ao Brasil.

Com IoT da Embratel, Volvo tem 100% de recuperação de carros roubados

Conexão de objetos é uma prioridade no plano estratégico da operadora, revela o diretor de IoT e M2M, Eduardo Polidoro.


Futurecom 2017 - clique aqui e confira a cobertura completa.
Editora Convergência Digital
Copyright © 2005-2017 Editora Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site