SEGURANÇA

Dataprev se integra à rede global privada de VoIP para combater os ataques cibernéticos

Convergência Digital* ... 17/10/2017 ... Convergência Digital

A Dataprev passou a integrar a INOC-DBA, do inglês Inter-Network Operation Center Dial By Autonomous System Number, rede VoIP exclusiva e de âmbito global, que será utilizada para agilizar procedimentos de comunicação entre equipes de tratamento de incidentes nacionais e internacionais, durante a gestão de crises de ataques cibernéticos.

A empresa é representada pela Comissão de Tratamento de Incidentes em Redes Computacionais da Dataprev (CTIR), coordenada pela Coordenação de Inteligência e Defesa de Segurança de Informações (COID) e vinculada à Coordenação-Geral de Segurança de Informações (CGSI).

“Muitas vezes é possível identificar com precisão as origens de ataques e, desta forma, poderemos notificar as equipes dessas redes, reduzindo o tempo de mitigação para o incidente de segurança”, explica o coordenador de Inteligência e Defesa de Segurança de Informações, Fabio Chiara.

Fazem parte da rede instituições públicas e privadas como Banco Central, Banco do Brasil, Algar e Banco Bradesco, entre outros. Segundo Chiara, o canal também poderá fomentar a troca de conhecimento técnico-científico entre as equipes acerca de algum evento adverso ou anomalias nas redes das entidades e, também, na internet brasileira.

Ao participar do INOC-DBA, a Comissão de Tratamento de Incidentes em Redes Computacionais da Dataprev (CTIR) terá à disposição uma ferramenta rápida, simples e sem custos, que lhe permitirá estabelecer comunicação com um conjunto de sistemas autônomos e com a equipe do Centro de Estudos, Resposta e Tratamento de Incidentes de Segurança no Brasil (Cert.br).



Soluções de Segurança para a Sociedade
Não delegue a segurança cibernética apenas para a TI

Para mitigar os riscos com ataques hackers, toda a corporação precisa se unir, adverte Jun Goto, vice-presidente Sênior da NEC Corporation.

MP do Distrito Federal exige esclarecimentos da Uber sobre vazamento de dados

Para o Ministério Público, faltam esclarecimentos da companhia o vazamento de dados de cerca de 196 mil brasileiros no final do ano passado, conforme o admitido pelo próprio aplicativo de táxi.

Em menos de um mês, 2,5 milhões de brasileiros caem em golpes pelo WhatsApp

Levantamento do Kaspersky Lab indica que estratégia é associar golpes a marcas famosas como Walmart, Assaí, Caixa Econômica, Burger King, Kibon, Spotify, Banco do Brasil, Santander, O Boticário, Lojas Americanas e Senac. 

Internet das Coisas dispara o número de ataques hackers a sistemas Linux

Novos botnets, entre eles, um 'renovado' Mirai, que em 2016 causou bastante estrago, são esperados para este ano.

Nova quebra de segurança conseguiu alterar software da urna eletrônica

“Fizemos o equivalente a um ‘jailbreak’ de um telefone celular moderno, só que na urna eletrônica”, explica o professor Diego Aranha, que a exemplo de 2012 liderou equipe que demonstrou vulnerabilidades do equipamento. 



  • Copyright © 2005-2018 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G