Home - Convergência Digital

Aumento de 44% nos ataques aos smartphones no Brasil

Convergência Digital - Carreira
Convergência Digital - 19/10/2017

Entre o segundo e o terceiro trimestre de 2017, o Brasil registrou um aumento de 44% no número de ataques digitais, segundo relatório do DFNDR Lab, grupo de análise de cibercrimes que criado pela startup brasileira de aplicativos de segurança PSafe. 

Diz o DFNDER Lab em seu primeiro relatório, com dados de julho a setembro deste ano, que o número de cibercrimes efetuados via malware cresceu 49%, de 3,74 milhões para 5,58 milhões. Ataques via links maliciosos cresceram 44%, de 45,72 milhões para 65,78 milhões. Os números foram coletados a partir de 21 milhões de celulares com sistema Android onde estão instalados apps de segurança DNFDR.

“Links maliciosos já são 12 vezes mais usados em ataques no Brasil. A previsão do DFNDR Lab é que esse índice cresça 70% nos últimos três meses do ano, atingindo 112 milhões”, diz o relatório. A avaliação é de que hackers apostam em golpes que podem ser facilmente compartilhados nas redes sociais para ganharem escala com velocidade. 

Publicidade enganosa (Bad Ads), que representou 35% de todos os ataques, e golpes compartilhados via aplicativos de mensagens (830% de crescimento) foram destaques. Dentre os cibercrimes via malware, os mais comuns foram simulações de apps existentes que, após download, cadastram o usuário em serviços pagos de SMS (3,5 milhões de ocorrências) e cópias de aplicativos reais que, após instaladas, realizam a exibição ilegal de anúncios (1,4 milhões de ataques).

Chamado ‘Relatório de Segurança Digital no Brasil’, o anota uma tendência nova, perfis falsos no Facebook que se passam por grandes empresas varejistas. “Nesta armadilha, ao clicar em falsas ofertas publicadas por esses perfis, o usuário é enviado a um site que imita os oficiais das companhias e, dessa forma, fornece seus dados bancários e pessoais acreditando que está adquirindo um produto, quando na verdade está apenas disponibilizando suas informações para cibercrimonosos”.

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

14/11/2017
Hackers que falam chinês, russo e inglês dominam os ataques cibernéticos

13/11/2017
Tokelau, com 1,5 mil habitantes, é o domínio mais usado para golpes

01/11/2017
Cibersegurança: onde a geração Y convive com os profissionais acima de 45 anos

31/10/2017
Ucrânia diz que Bad Rabbit foi criado por conhecido grupo de hackers

25/10/2017
Bad Rabbit se propaga por instalação fake do Flash Player da Adobe

25/10/2017
'BadRabbit' lidera novo superataque ransomware no mundo

19/10/2017
Aumento de 44% nos ataques aos smartphones no Brasil

17/10/2017
Dataprev se integra à rede global privada de VoIP para combater os ataques cibernéticos

11/10/2017
Primeiro ataque de DDoS infecta com malware em 35% dos casos

28/09/2017
Globalweb ministra curso de formação básica em Criptografia e Segurança da Informação

Destaques
Destaques

Melhores 4G do mundo se estabilizam em 45 Mbps

Com média de 20 Mbps, o Brasil não faz feio entre 77 países analisados nesse quesito. Mas a disponibilidade ainda está abaixo de 60% do tempo, de acordo com relatório do 3º trimestre divulgado pela Opensignal.

Smartphones responderam por 59% dos acessos à Internet na América Latina

Estudo da GSMA aponta que as operadoras vão investir US$ 70 bilhões para aumentar a cobertura 4G na região. Levantamento também mostra que há 300 milhões de pessoas digitalmente excluídas.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV
Veja mais artigos
Veja mais artigos

Teles Tradicionais X Especializadas: o dilema para a IoT

Por Fábio Trindade

M2M e a Internet das Coisas são elementos centrais no debate das novas tecnologias que formarão o futuro em torno da 5G e continuarão em crescimento vertiginoso.


Copyright © 2005-2016 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site