INCLUSÃO DIGITAL

Apagão da TV no Rio de Janeiro é adiado para 22 de novembro

Luís Osvaldo Grossmann ... 23/10/2017 ... Convergência Digital

Governo, Anatel, emissoras de TV e operadoras móveis resolveram adiar em quase um mês o desligamento dos sinais analógicos de televisão no Rio de Janeiro e outros 18 municípios próximos à região metropolitana. A pesquisa indicou que apenas 87% dos domicílios estão prontos para o ‘apagão’, abaixo portanto da meta mínima de 93%. 

“O Gired sugeriu ao Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações que homologue o período de desligamento para que tenha início em 25/10 e vá até o dia 22/11, devendo ser realizada uma nova pesquisa nesse período. Na região, 87% dos domicílios  contam com sinal digital e 13% ainda utilizam o sinal analógico”, diz nota divulgada pelo grupo de implementação da digitalização após reunião nesta segunda, 23/10. 

O desligamento era previsto para a meia-noite de quarta, 25/10. Com a decisão, essa fase vai incluir apenas Vitória, no Espírito Santo, e região próxima, ou seja, Cariacica, Fundão, Guarapari, Serra, Viana e Vila Velha, onde ficam 679.306 domicílios. Segundo a pesquisa feita pelo Ibope entre 10 e 20/10, 91% desses já estão aptos a receber apenas sinais digitais de televisão. Como o número fica dentro da margem de erro, de três pontos, o Gired manteve o ‘apagão’ como previsto. 

No Rio, pesou o percentual de lares da classe C que ainda não estão prontos. Enquanto a média era de 87% de domicílios aptos ao desligamento, nessa faixa socioeconômica específica apenas 82% estavam preparados quando a pesquisa foi concluída. 

A decisão, assim, foi recomendar ao MCTIC que repita o que se viu em Brasília, com a data inicial valendo para as emissoras públicas, mas já sabendo-se que as televisões comerciais deixarão para desligar as transmissões analógicas somente na data-limite, agora em 22/11. 

Além da cidade do Rio de Janeiro, essa fase inclui Belford Roxo, Duque de Caxias, Guapimirim, Itaboraí, Itaguaí, Japeri, Magé, Maricá, Mesquita, Nilópolis, Niterói, Nova Iguaçu, Petrópolis, Queimados, Rio de Janeiro, São Gonçalo, São João de Meriti, Seropédica e Tanguá.


Carreira
Dissídio TI : Patrões dizem não à arbitragem pública sugerida pelo TRT de São Paulo

Sindicato patronal rejeitou a proposta feita pelo desembargador relator Davi Furtado Meirelles de que o dissídio coletivo fosse transformado em arbitragem pública. Seria a primeira a acontecer no Brasil depois da aprovação da nova Lei Trabalhista.

TICs em Foco - TRANSFORMAÇÃO DIGITAL
Prever. Prevenir. Detectar e Responder

Essas são a exigência da remodelagem da gestão de riscos e da segurança organizacional nas corporações.

Provedores devem apontar PTTs que grandes operadoras terão que conectar

Anatel quer estabelecer os critérios para definir quais os pontos de troca de tráfego deverão constar das ofertas de referencia das teles com Poder de Mercado Significativo.

Governo diz ao TCU que só Telebras tem satélite de banda larga nacional

MCTIC diz à Corte de Contas que operadoras privadas não têm condições técnicas de atender ao programa Gesac com cobertura e velocidades exigidas.

Proibir o uso do celular pelos jovens é estratégia ineficaz e sem futuro

"Proibindo por proibir não estamos ensinando nada", advertiu a psicóloga Evelise Galvão de Carvalho, ao participar do Workshop Impactos da Exposição de Crianças e Adolescentes na Internet, promovido pelo CGI.br e pelo NIC.br.

Facebook abandona projeto de drones para conectar áreas remotas

Empresa anunciou que vai desativar a unidade que construiu o Aquila, o veículo não tripulado do tamanho de um Boeing 737 que prometia irradiar internet. Rival Google ficou sozinha com o projeto Loon, de balões para a Internet.

TV Digital: Sobras de recursos devem comprar mais conversores

Estimativas são de que haverá disponível cerca de R$ 600 milhões dos R$ 3,6 bilhões que o leilão da faixa de 700 MHz destinou à TV Digital, suficiente para comprar cerca de 3 milhões de novos kits.

Juiz de Fora, MG, é número 1 na oferta de serviços digitais em ranking das teles

Operadoras expandiram o ranking das cidades amigas da banda larga para avaliar também as que oferecem serviços digitais aos cidadãos.No ranking das cidades amigas da Banda Larga, Uberlândia se mantém com a liderança. Brasília e São Paulo estão nos últimos lugares.



  • Copyright © 2005-2018 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G