GESTÃO

Estatais de TICs têm nota vermelha em ranking de governança

Luís Osvaldo Grossmann* ... 13/11/2017 ... Convergência Digital

As empresas públicas de comunicações e tecnologia tiveram notas baixas no ranking elaborado pelo Ministério do Planejamento que avalia a qualidade da governança das estatais. Telebras e Ceitec estão no grupo com o pior desempenho. Dataprev e Finep aparecem no grupo abaixo da média. Serpro é a melhor posicionada considerando-se as empresas de TICs. 

Trata-se de um indicador criado pela Secretaria de Coordenação e Governança das Empresas Estatais que na prática mede a aderência à Lei 13.303/16, também chamada de Estatuto das Estatais. Nesta primeira versão, o levantamento avaliou 48 empresas em diferentes quesitos agrupados nas áreas de ‘Gestão, Controle e Auditoria’, ‘Transparência das Informações’ e ‘Conselhos, Comitês e Diretoria’. 

“A intenção é buscar convergência para um alto padrão de gestão”, afirmou o ministro do Planejamento”, sustentou o ministro Dyogo Oliveira ao apresentar os resultados. Petrobrás, Eletrobrás e os bancos públicos estão no topo do ranking, no que o indicador Sest trata como Nível 1 de governança – o que significa que receberam notas de 7,6 a 10. 

O Serviço Federal de Processamento de Dados, Serpro, aparece no grupo de empresas com governança de ‘Nível 2’, ao lado de empresas que obtiveram notas de 5,1 a 7,5, como a Casa da Moeda, a Companhia Docas do Pará e a Empresa Brasil de Comunicação (EBC). 

A Dataprev e Finep vêm depois, no ‘Nível 3’, onde estão agrupadas as empresas que tiveram notas de 2,6 a 5. É o grupo com maior número de estatais avaliadas (22) e onde também figuram Infraero, Embrapa, Correios, as indústrias nucleares ou a Companhia Nacional de Abastecimento. 

No pé do ranking, no ‘Nível 4’, estão a Telebras e a gaúcha Ceitec. É o grupo que obteve notas de 0 a 2,5 nos critérios da Sest. Com 16 estatais nesse agrupamento, é o segundo maior bloco. 

* Com informações do MPOG


Carreira
Patrões de TI em São Paulo oferecem reajuste de 1,5% e propõem mudar a CCT

Segunda rodada da campanha salarial 2018 dos trabalhadores de TI em São Paulo desenhou um impasse entre as partes. Trabalhadores querem reajuste pelo INPC+ 2% de aumentam real e reagem às mudanças na Convenção Coletiva de Trabalho.

Governo tem versão 2018 do ePING

Padrões de interoperabilidade são obrigatórios para todos os órgãos federais integrantes do Sistema de Administração de Recursos de Tecnologia da Informação.

Nas PMEs, 93% não estão prontas para implantar o eSocial

Pesquisa mostra que a maioria das médias e pequenas empresas ainda não assimilou as consequências de não se adaptarem ao novo regime fiscal, em vigor a partir de janeiro de 2018. Empresas consideram caro o custo de implementação do regime.

Entenda o impacto da Lei complementar 157/16 no setor de Telecom

Legislação traz segurança jurídica às empresas, sustenta o advogado e coordenador do Comitê Tributário da ABDTIC, Luiz Roberto Peroba.

Novo ciclo da tecnologia é oportunidade real para as PMEs no Brasil

Para Marcia Ogawa, que lidera a área de tecnologia, mídia e telecomunicações da consultoria Deloitte, demanda crescente de internet deve ampliar fatia de provedores regionais. 

Estatais de TICs têm nota vermelha em ranking de governança

Indicador elaborado pelo Ministério do Planejamento avaliou 48 empresas públicas. Telebras e Ceitec estão no nível mais baixo, seguidas de Dataprev e FINEP. Serpro é a melhor posicionada. 



  • Copyright © 2005-2018 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G