GOVERNO » Legislação

Governo publica MP com ajustes na nova legislação trabalhista

Convergência Digital ... 14/11/2017 ... Convergência Digital

O governo fez publicar nesta terça, 14/11, uma edição extra do Diário Oficial da União com a Medida Provisória 808, que traz ajustes à nova legislação trabalhista. Como previamente combinado com os parlamentares, a MP trata de questões como trabalho intermitente, gestantes e lactantes em ambiente insalubre e jornadas de 12 por 36 horas.

Um dos principais ajustes é o estabelecimento de uma carência em novas contratações de empregados demitidos que tinham CLT e firmarem contratos de trabalho intermitente. Assim, “até 31 de dezembro de 2020, o empregado registrado por meio de contrato de trabalho por prazo indeterminado demitido não poderá prestar serviços para o mesmo empregador por meio de contrato de trabalho intermitente pelo prazo de dezoito meses, contado da data da demissão do empregado”. 

Outra mudança é a exigência de acordo ou convenção coletiva para o estabelecimento de jornadas de doze horas seguidas por trinta e seis horas ininterruptas de descanso. A exceção foi estabelecida para “entidades atuantes no setor de saúde”, que poderão estabelecer o mesmo “por meio de acordo individual escrito”, como opção à convenção ou acordo. 

A MP também prevê que gestantes serão afastadas “enquanto durar a gestação, de quaisquer atividades, operações ou locais insalubres”. A lei saiu do Congresso exigindo atestado médico para tal, obrigação que foi mantida no caso das lactantes – ou seja, terão que apresentar recomendação do médico para também serem afastadas dos locais insalubres. 

Outros ajustes são a inclusão de etnia, idade e nacionalidade entre “bens juridicamente tutelados” a serem considerados em reparações de danos, junto com “a honra, a imagem, a intimidade, a liberdade de ação, a autoestima, o gênero, a orientação sexual, a saúde, o lazer e a integridade física”. Além disso, a MP proíbe contratos de exclusividade com trabalhadores autônomos. 


Call centers alegam que aumento no PIS/Cofins cortaria 5% do faturamento

Segmento adere a grita do setor de serviços contra os estudos anunciados pelo Ministério da Fazenda de correção do tributo para compensar perdas de receitas.

Casa Civil tenta padronizar análises de Impacto Regulatório nas agências

Estão em consulta pública até 1 de novembro propostas de diretrizes gerais além de um guia específico para orientar a elaboração das AIR pela Anatel e os demais órgãos reguladores. 

Serpro/ITI iniciam atualização dos certificados SSL dos sites do Governo

Instituto Nacional de Tecnologia da Informação informa que serão emitidos certificados digitais na cadeia v2 pela ACSerpro para encerrar as menasgens 'esta conexão não é confiável' nos sites do governo federal. Entidade, no entanto, não divulgou um cronograma de atualização.

Dataprev se candidata a ser fornecedora de serviços digitais para Governo

Estatal já tem funcionando o Cidadão BR, com autenticações de 2,5 milhões de pessoas e oferta de serviços como busca de empregos e aplicações do INSS. Neste momento, governo faz uma consulta pública para a compra de plataforma na nuvem para oferta digital ao cidadão.

MCTIC precisa de R$ 2 bi para fechar ano e fala em 'pressão saudável' por recursos

"Temos que trabalhar, lutar e pressionar, porque não é um recurso que surge do nada. É um recurso muito disputado", advertiu o ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Gilberto Kassab.



  • Copyright © 2005-2017 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G