Home - Convergência Digital

4G não licenciado terá standard em 2018

Convergência Digital - Carreira
Ana Paula Lobo e Felipe Souto - 16/11/2017

O 5G não é mais um G, é a disrupção completa da conectividade, uma vez que o 5G serve para altas velocidades ou para baixas velocidades, afirmou o CTO da Nokia Brasil, Wilson Cardoso, ao participar do X Seminário Telcomp, realizado no dia 07 de novembro, em São Paulo.

"O horizonte da conectividade vai mudar radicalmente. Para o segundo semestre de 2018, estamos trabalhando com o uso do 4G não licenciado na faixa de 5,8 GHz. Há um grande esforço da indústria para fazer um standard e acelerar essa adoção", revela.

Cardoso observa, porém, que a conectividade dentro de casa com o 5G será o WiFi, o maior fator de reclamações nos call centers das provedoras de telecomunicações. "Temos que pensar como fazer o gerenciamento desse WiFi e não apenas nas grandes operadoras, mas também nas operadoras de pequeno e médio porte". O CTO da Nokia sustenta: a latência, ou o fim dela, será o nome do jogo, inclusive na venda de serviços. Assistam.

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

16/05/2019
Huawei: 'lista negra' dos EUA infringe direitos e levanta sérias questões legais

15/05/2019
Teles pedem medidas pró 5G e governo acena com Decreto para antenas

14/05/2019
Huawei acena com acordos anti-espionagem para evitar banimentos

14/05/2019
Ecossistema do 5G já conta com 33 aparelhos em fabricação

13/05/2019
Consumidor brasileiro quer logo o 5G para ter estabilidade na banda larga

10/05/2019
Ericsson e Deutsche Telekom anunciam link sem fio de 100 Gbps em faixas milimétricas

08/05/2019
Inatel e RNP fecham aliança por 5G e IoT

07/05/2019
Com 5G, Internet das coisas entra no radar dos bancos no Brasil

30/04/2019
Cisco anuncia novos equipamentos WiFi com promessa de 5G

29/04/2019
Governo dos EUA ameaça com retaliação países que usarem Huawei no 5G

Destaques
Destaques

Com 5G, Internet das coisas entra no radar dos bancos no Brasil

Muitas instituições financeiras estão com a área de inovação trabalhando para entender como usar a Internet das Coisas em seus serviços, diz o diretor de Tecnologia da Federação Brasileira de Bancos, Febraban, Gustavo Fosse.

País ativa 2 milhões de chips 4G por mês

Primeiro trimestre do ano terminou com 136 milhões de acessos LTE ativos, ou praticamente 60% dos celulares em serviço.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV
Veja mais artigos
Veja mais artigos

O potencial pouco explorado da Internet das Coisas

Por Daniel Kriger*

A grande mudança que a Internet das Coisas (IoT – Internet of Things) trará para a vida das pessoas está além da facilidade de se preparar um café, programar um banho quente ou economizar na conta de luz. Dar conectividade a objetos e abrir espaço para comandos inteligentes em inúmeras tarefas do dia a dia é um dos principais propósitos de IoT. Mas não é só isso.


Copyright © 2005-2019 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site