TELECOM

Bloqueio de celulares piratas pela Anatel começa em maio de 2018

Luís Osvaldo Grossmann ... 23/11/2017 ... Convergência Digital

A Anatel aprovou nesta quinta-feira, 23/11, um novo cronograma para o bloqueio de aparelhos celulares ‘piratas’, considerados aí aqueles que não possuem a identificação global desses equipamentos, o IMEI. O plano agora é começar o bloqueio no dia 9 de maio de 2018, começando pelo Distrito Federal e Goiás. Será um teste para avaliar o impacto real da medida. 

“O projeto piloto será iniciado no Distrito Federal e Goiás a partir de 22 de fevereiro de 2018 com o envio de mensagens aos usuários de aparelhos irregulares. E o bloqueio dos aparelhos irregulares a partir de 9 de maio de 2018. Os aparelhos irregulares antes dessa data não serão afetos pelo bloqueio”, diz comunicado da agência sobre o tema. 

A preservação da base legada é um dos pontos do entendimento. Assim, foram estipuladas datas de corte para que aparelhos sem IMEI ou com o registro adulterado sejam desconectados das redes das operadoras. No caso de DF e Goiás, essa data será 21 de fevereiro de 2018. Ou seja, os aparelhos com irregularidade no IMEI que entrarem na rede móvel a partir desse dia serão bloqueados – mas antes, a partir de 22/2, serão avisados por SMS. O bloqueio mesmo vem depois, em 9/5. Outros estados terão outras datas.

O tema é motivo de guerra entre fabricantes de aparelhos e operadoras de telecomunicações, uma disputa que vem adiando sucessivamente a implantação do que a Anatel chama de SIGA, de Sistema Integrado de Gestão de Aparelhos pelo menos desde 2014.

Os fabricantes querem coibir a concorrência com aparelhos falsificados. As operadoras não chegam a ser contra, mas temem o impacto na sua parte desse latifúndio. Afinal, como indicam as próprias empresas de telefonia móvel, “as estimativas são de que, todos os meses, 1 milhão de novos aparelhos celulares irregulares entrem no mercado”. É um bocado de tráfego.

Curiosamente, a decisão saiu menos de uma semana antes da data que chegou a ser marcada este ano para o início do bloqueio (28/11). E a decisão de escalonar a medida responde aos temores sobre a dimensão do impacto no mercado, tendo em vista a análise dos resultados do “piloto”. 

Caso vá adiante depois dessa primeira etapa, o cronograma segue com São Paulo, os estados da Região Sul, Acre, Rondônia, Tocantins, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul. Nesses, a data de corte será 23 de setembro de 2018, quando começam as notificações por SMS. E o bloqueio dos sem IMEI a partir de 8 de dezembro. Por fim, os estados do Nordeste e demais estados do Norte terão data de corte em 7 de janeiro de 2019, data em que começam as notificações, e bloqueio efetivo a partir de 24 de março de 2019.


Internet Móvel 3G 4G
Indústria de Telecom mobiliza força-tarefa para salvar 5G da guerra política

A GSMA, que representa fabricantes e operadoras de telecomunicações, propôs aos governos da Europa a realização de um regime comum de testes de seguranças de rede para evitar a exclusão de fornecedores dos processos. O medo da GSMA é que a disputa entre a Huawei e o governo dos EUA, com respingo na Europa, impacte a construção das novas redes.

Painel Telebrasil 2019
A 63ª edição do principal encontro institucional de lideranças do setor de telecomunicações e TICs acontecerá entre os dias 21 e 23 de maio de 2019, em Brasília. Saiba mais em paineltelebrasil.org.br
Veja o vídeo

Teles vão ao STF contra lei que obriga atendimento em 15 minutos

Nova ação direta de inconstitucionalidade argumenta competência federal sobre telecom para questionar a lei aprovada em São Paulo que dispõe sobre o tempo de espera nas lojas das operadoras.

EUA vai banir Huawei e sugere cortar parcerias com quem não imitar

Em visita ao leste europeu, o secretário de Estado americano, Mike Pompeo, diz que o uso de equipamentos de telecomunicações chineses “dificultam parcerias”.

Teles questionam no STF leis sobre cobrança e desbloqueio de celular

Em duas ADIs, empresas reclamam que leis do Rio de Janeiro invadiram a competência federal para tratar de telecomunicações.

Anatel reserva parte da faixa de 1,9 GHz da Claro para conexões via satélite

Ao analisar prorrogação do uso para telefonia fixa, agência reduziu prazo a cinco anos com vistas a mudar a destinação para o serviço móvel global por satélite.




  • Copyright © 2005-2019 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G