Home - Convergência Digital

Brasileiros gastam até R$ 300 por mês com apps de transporte

Convergência Digital - 30/11/2017

Um levantamento feito pela empresa britânica de pesquisas online Toluna indica que os brasileiros já gastam até R$ 300 por mês com aplicativos de transporte como Uber, 99 Pop e Cabify. A pesquisa sugere ainda que o uso de táxi caiu e o desse tipo de serviço cresceu no último ano. 

“Quando perguntados qual meio de transporte, incluindo trem, ônibus e metrô, os entrevistados passaram a utilizar mais ou menos no último ano, o táxi teve um dos maiores declínios: 37% dos usuários de taxi declararam usar menos este meio de transporte do que há um ano. Já os serviços de transporte particular obtiveram o maior aumento no número de pedidos e seu uso tornou-se ainda mais frequente para 68% dos entrevistados que já o utilizavam, seguido da bicicleta: 36% dos ciclistas passaram a pedalar mais no último ano”, conclui a Toluna.

O preço dos serviços é, de longe, o fator mais importante para o uso desse tipo de aplicativo, apontado assim por 72% dos entrevistados. Outros motivos foram rapidez no atendimento das solicitações (48%) e facilidade no uso do aplicativo (46%). 

A pesquisa aponta que “com relação ao gasto médio mensal com os aplicativos de transporte particular, 40% afirmam desembolsar até R$ 50,00 por mês, 23% entre R$ 51,00 e R$ 100,00 reais e outros 23% entre R$ 101,00 e R$ 300,00. Mais da metade dos consultados faz uso do serviço mais de uma vez por semana, sendo que desses 25% diariamente”. 

O levantamento indica, também, que 64% dos usuários começaram a utilizar os aplicativos de transporte nos últimos 12 meses, enquanto somente 8% já o fazem há mais de dois anos, período em que os apps começaram a ser implementados no Brasil. No mesmo período, 68% confirmaram um aumento no uso e apenas 9% reduziram. Para 58%, os apps são parte essencial do dia a dia.

A pesquisa, com 520 pessoas de mais de 18 anos das classes A, B e C em todo o país, apontou que 65% usam os aplicativos para ir a eventos como shows, teatro, e restaurantes “que muitas vezes são acompanhados de consumo de bebidas alcoólicas”. A Uber aparece como a empresa mais utilizada (98%) seguida por 99 Pop (38%) e Cabfy (27%). 

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

10/07/2020
App do Itaú tem instabilidade e banco suspende Giro Pronampe

12/06/2020
Bolsonaro veta aumento a motoristas de apps

22/05/2020
Aplicativos da Caixa para auxílio emergencial somam 187 milhões de downloads

29/04/2020
Compras por aplicativos crescem 30% com isolamento social

01/04/2020
Senacon ordena cadastramento de apps de transporte, entrega e vendas no Consumidor.gov.br

17/03/2020
Diário Oficial da União ganha versão para smartphones

16/03/2020
Aplicativo Coronavirus SUS registra 340 mil downloads em duas semanas

13/03/2020
99 e Uber vão remunerar motoristas e entregadores diagnosticados com o Coronavírus

12/03/2020
App usa blockchain para fiscalizar transferências de recursos da União

04/03/2020
França decide que motoristas têm vínculo com Uber

Destaques
Destaques

Tempo é um luxo que o Brasil não tem para fazer o 5G

Pesquisa da Omdia, ex-Ovum, em parceria com a Nokia, mostra que, nos próximos 15 anos, o 5G vai gerar R$ 5,5 trilhões para o País, sendo o governo beneficiado com o adicional de quase R$ 1 bilhão em receita com os serviços 5G.

Covid-19 fez smartphone virar agência bancária com 41% das transações financeiras

As transações bancárias feitas por pessoas físicas pelos canais digitais foram responsáveis por 74% do total de operações analisadas em abril, revela a Febraban.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV
Veja mais artigos
Veja mais artigos

Uma escolha de Sofia no leilão de 5G

Por Juarez Quadros do Nascimento*

Em um país democrático, como o Brasil, sem análise estratégica, não daria para arriscar em dispor, comercial e tecnologicamente, de “uma cortina de ferro ou uma grande muralha” para restringir fornecedores no mercado de telecomunicações.


Copyright © 2005-2020 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site