Home - Convergência Digital

Brasileiros dizem adeus aos feature phones

Convergência Digital - Carreira
Convergência Digital* - 04/12/2017

Entre os meses de julho e setembro de 2017 foram comercializados 12,4 milhões de aparelhos, 2% a menos do que no mesmo período de 2016. Do total de celulares vendidos, 11,7 milhões foram smartphones, 5% a mais do que no terceiro trimestre de 2016, quando foram vendidos 11,2 milhões, e 700 mil unidades foram feature phones, ou seja, 51% a menos do que no terceiro trimestre de 2016, quando foram comercializados 1,4 milhão de aparelhos. A receita total aumentou 18% em relação ao terceiro trimestre de 2016, chegando a R$ 13,1 bilhões, observou estudo da IDC Brasil, divulgado nesta segunda-feira, 04/12.

“O mercado de smartphones ainda apresentou crescimento se comparado com o mesmo período no ano passado, porém ficou abaixo das nossas expectativas para o período. O fim da liberação do FGTS e o adiamento de compra para a Black Friday e o Natal foram os principais motivos que levaram essa pequena queda”, diz Leonardo Munin, analista de pesquisa do mercado de celulares da IDC para América Latina.

O analista destaca ainda uma mudança de comportamento do brasileiro em relação aos aparelhos. “O consumidor procura por celulares com melhores funcionalidades. Os modelos que oferecem memória interna acima de 32GB representaram 10,6%, do total de smartphones vendidos em 2016. Em 2017, já representam 33% do acumulado das vendas até setembro”, explica o analista. Além disso, no ano passado foram comercializados 28,9 milhões de aparelhos com tela acima de 5 polegadas, 65% do total do ano. Até setembro de 2017, foram vendidos 29,1 milhões destes aparelhos, ou seja, 83% do total”, finaliza Munin.

O estudo da IDC Brasil também constatou que o tíquete médio dos aparelhos no terceiro trimestre de 2017 teve aumento de 12,4% em relação ao mesmo período do ano passado, passando de R$ 994 para R$ 1118. Para o último trimestre do ano, a consultoria acredita que serão comercializados 13,1 milhões de smartphones e 650 mil feature phones. Já para o ano todo, a previsão é de que sejam vendidos 52,1 milhões de aparelhos, crescimento de 6% em comparação ao ano de 2016.

 

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

05/12/2017
Migração total do 2G exige smartphones mais baratos

04/12/2017
Brasileiros dizem adeus aos feature phones

01/11/2017
Um em cada três smartphones terá Inteligência Artificial nativa

31/10/2017
Smartphones responderam por 59% dos acessos à Internet na América Latina

10/10/2017
Microsoft mata Windows Phone e fracassa, mais uma vez, em Telecom

02/10/2017
Claro Brasil: fabricantes de smartphones precisam tratar o Brasil como país de 1º mundo

13/09/2017
Tristeza triplica uso de apps e redes sociais

13/09/2017
Smartphones respondem por seis em cada 10 conexões na América Latina

22/08/2017
Vendas globais de smartphones cresceram 6,7% no segundo trimestre

28/07/2017
Vendas globais de PCs e smartphones cairão em 2017

Destaques
Destaques

Migração total do 2G exige smartphones mais baratos

Para o Sinditelebrasil, preço dos aparelhos é barreira para os 36 milhões de usuários que ainda têm acessos GSM. Acessos 4G superaram os 3G em outubro.

5G terá 1 bilhão de assinantes em 2023

Estudo da Ericsson projeta um tráfego global de dados móveis acima de 100 Exabytes por mês dentro de seis anos. O 4G, LTE, será a tecnologia móvel dominante até o final deste ano.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV
Veja mais artigos
Veja mais artigos

Teles Tradicionais X Especializadas: o dilema para a IoT

Por Fábio Trindade

M2M e a Internet das Coisas são elementos centrais no debate das novas tecnologias que formarão o futuro em torno da 5G e continuarão em crescimento vertiginoso.


Copyright © 2005-2016 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site