Convergência Digital - Home

Mambu, uma fintech da nuvem, chega ao Brasil

Convergência Digital
Ana Paula Lobo - 15/12/2017

Uma fintech da computação em nuvem. Assim se define a Mambu, uma empresa que atua na plataforma software as a service para operações financeiras de crédito e serviços bancários digitais, criada em 2011. Para crescer, fechou uma aliança global com a Amazon Web Services. Aqui no Brasil, onde está desembarcando, busca por parceiros estratégicos e criar uma força de venda nacional, revela o líder de expansão de negócios, Edgardo Torre  Caballero .

Em entrevista ao portal Convergência Digital, ele informa que a solução criada pela Mambu já tem 180 implementações no mundo, com 25 clientes nas Americas. No Brasil, já há cliente do segmento financeiro testando a plataforma, que simplifica a adoção de soluções 100% digitais. "O tempo de implementação cai muito. hoje pode ser feito até quatro meses, quando antes podia levar até 12 meses. Na Alemanha, por exemplo, a plataforma é usada para simplificar acesso à crédito para PMEs num prazo de 15 minutos", conta Caballero .

Segundo ainda o executivo, o Brasil possui, hoje, aproximadamente 400 fintechs consolidadas e aparece como um mercado a ser conquistado. "Não há como não pensar em mercado financeiro sem estar no Brasil", reforça o presidente da Mambu. Segundo ele, apesar da aliança com a AWS, a empresa é agnóstica ao tipo de infraestrutura a ser utilizada na nuvem", afirma. A Mambu tem escritório na Alemanha, Estados Unidos, Singapura, Inglaterra e, agora, no Brasil.

A expectativa é tão positiva que a expectativa é alcançar faturamento de 100 milhões de euros nos próximos cinco anos, mas, sem deixar de ser uma fintech. "A Pay Pal tem faturamento de bilhões e nunca deixou de ser uma fintech. A agilidade do SaaS não pode se perder nunca", completa Edgardo Torre  Caballero . Hoje cerca de três milhões de consumidores utilizam os serviços que rodam na plataforma Mambu no mundo, com 180 milhões de transações sendo realizadas diariamente.

Facebook Twitter Google+ LinkedIn Email Addthis


Bradesco, Dataprev e Equinix são destaque em datacenter no Brasil
Organizações foram as vitoriosas da edição 2017 do DCD Awards da América Latina. Conheça os destaques da região no segmento de datacenters.

Destaques
Destaques

Vivo já têm seis data centers virtualizados no Brasil

"Todo núcleo de voz já está virtualizado, como o de dados também", informa o diretor de planejamento e de redes da Vivo, Átila Branco.

Google mantém Brasil fora da estratégia de data center na América Latina

Companhia está investindo US$ 140 milhões para triplicar o tamanho do data center no Chile, com a geração de 1200 empregos diretos e indiretos. No Brasil, o regime especial para datacenters não sai do papel, como todas as ações de políticas públicas para TICs.



Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV

Veja mais artigos
Veja mais artigos

Dos ambientes offline à estratégia MultiCloud

Por Fabio Gordon*

É preciso reconhecer a necessidade de mudança, entender que o seu data center de 20 anos não vai mais suportar os negócios digitais. É imprescindível fazer um diagnóstico do seu ambiente de TI e começar a mudar. E rápido, porque é provável que os seus competidores já estejam fazendo isso.

Nuvem é o agora e o futuro da competitividade

Por Artur Hansen*

Em cloud, todo investimento é hermético, organizado de acordo com as justas necessidades de cada empresa.


Copyright © 2005-2016 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site