Home - Convergência Digital

Pelo seu emprego, descomplique em 2018

Convergência Digital - Carreira
Convergência Digital* - 14/12/2017

2017 está acabando e, de acordo com especialistas, o ideal seria começar 2018 sem alguns hábitos mal vistos no ambiente de trabalho. Com auxílio de profissionais de recursos humanos e outras áreas corporativas, o site Business Insider separou uma lista de 11 atitudes comuns que devem ser abandonadas o quanto antes. Saiba quais são:

1.Reclamações excessivas

Existem executivos que pregam a demissão imediata de profissionais que reclamam demais, por considerarem este um comportamento tóxico.

2.Fofoca

Os profissionais sugerem que, quando algum colega tentar fofocar, o ideal é responder em monossílabos e seguir com seu trabalho.

3.Críticas grosseiras

Feedbacks são necessários, mas vale medir o tom quando for comentar o trabalho de um colega ou subordinado para que a crítica seja construtiva, e não ofensiva.

4.Autocrítica excessiva

Todos cometem erros. Quando algo não sair conforme o planejado, não passe o restante dos dias sentindo-se um péssimo profissional: assuma a responsabilidade e siga em frente.

5.Mau humor

Eventualmente, comentários descontraídos são importantes para manter a saúde no trabalho. Quebre a tensão.

6.Estagnação

Trabalho não deve ser entediante. Tente algo diferente e construtivo para o próximo ano.

7.Isolamento

Ter uma boa rede de contatos profissionais é cada vez mais importante. Ficar oito horas por dia dentro de uma bolha é prejudicial profissional e pessoalmente.

8.Silêncio

Use sua voz: participar ativamente de reuniões é contribuir para o crescimento da empresa e, consequentemente, da sua carreira. Para isso, escolha assuntos que são do seu interesse e pesquise

9.“Contribuições” desnecessárias

Ao mesmo tempo, se policie para não fugir do assunto. Reuniões normalmente têm hora para acabar, e não é agradável perder tempo escutando falas que não agregam em nada.

10.Brigas

Colegas de trabalho normalmente não têm motivos para perdoarem desafetos no ambiente profissional. Tente sempre manter uma relação saudável com as pessoas ao redor.

11.Perda de tempo nas redes sociais

Horário de trabalho pode ser um conceito ultrapassado, mas passar o expediente no Facebook e no Instagram não é um hábito aceitável. Segure o ímpeto de ficar horas nas redes sociais para não sofrer consequencias no futuro.

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

20/09/2018
Cursos de Tecnologia voltam a crescer com ensino a distância

16/08/2018
LinkedIn Learning chega ao Brasil com 82 cursos em Português

13/08/2018
BID oferece curso gratuito de capacitação em Economia Digital

07/08/2018
Empresa de TI espera mais de 2 mil candidatos ao programa "Quero ser Dev"

02/08/2018
'Jogo de cintura' não é balela. É sobrevivência

31/07/2018
TOTVS abre 2 mil vagas para treinamentos gratuitos online

30/07/2018
Não meta os pés pelas mãos!

19/07/2018
Zona de conforto? Cuidado! Ela vai acabar com a sua carreira

16/07/2018
Apenas 15% dos graduados no Brasil são da área de Tecnologia

16/07/2018
Entrevista em inglês não é um bicho de sete cabeças

Veja mais artigos
Veja mais artigos

Como a expatriação fortalece empresa e funcionários?

Por MarcosSantos*

O processo, que consiste em enviar profissionais para trabalhar na unidade da mesma empresa em outro país, promove uma troca de conhecimento entre a equipe da unidade estrangeira e novo colaborador, uma experiência enriquecedora de ampliação de  expertises e de uma nova atmosfera de trabalho.

Destaques
Destaques

Empregos em TI dobram em 10 anos e passam de 500 mil no Brasil

O Panorama do Setor de TICs 2018, elaborado pela Assespro Nacional, em parceria com a Assespro Paraná e a Universidade Federal do Paraná avaliou o período de 2006 a 2016. São Paulo lidera com 43% dos empregos, bem à frente dos demais Estados.

Decisão do STF a favor da terceirização não respalda a pejotização

Advogados procurados pelo portal Convergência Digital sustentam que a dispensa de empregados para a contratação como terceirizados pode caracterizar a subordinação e punição à corporação

'Jogo de cintura' não é balela. É sobrevivência

Mas toda flexibilidade exige limite. Um profissional precisa ter uma meta, um plano de carreira bem claro. A inflexibilidade também tem um custo para o profissional que se recusa a ver os novos tempos.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV

Copyright © 2005-2015 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site