SEGURANÇA

'Tela azul' obriga Microsoft a suspender correção de falha em chips AMD

Convergência Digital* ... 09/01/2018 ... Convergência Digital

A Microsoft suspendeu reparo de proteção contra as ameaças de segurança Meltdown e Spectre,direcionadas para os computadores equipados com chips da AMD, após reclamações de usuários de que as atualizações de software travaram as máquinas. Segundo a Microsoft, a atualização provocou a chamada 'tela azul' do Windows 10, Windows 8.1 e Windows 7 em computadores de usuários. Uma nova correção está sendo feita para reestabelecer as atualizações o mais rápido possível.

“Para evitar que os clientes da AMD não consigam reiniciar os computadores, a Microsoft temporariamente vai suspender neste momento o envio de atualizações do sistema operacional Windows para dispositivos com AMD impactados neste momento”, afirmou a companhia em comunicado ao mercado distribuído nesta terça-feira, 09/01.

As vulnerabilidades Meltdown e Spectre põem a descoberto os dados sensíveis dos seus dispositivos, sejam desktops, notebooks, tablets ou smartphone, permitindo que invasores acessem informações protegidas na memória do seu computador, revelando potencialmente detalhes como senhas, chaves criptográficas, fotos pessoais, e-mails e qualquer outra coisa armazenada na máquina. Elas foram descobertas no começo de janeiro e mobiliza toda a indústria. A Google, por exemplo, diz que lançará uma versão correção no dia 23 de janeiro.

A AMD tinha afirmado na semana passada que diferenças de design em seus chips em relação à Intel deixavam seus produtos com “risco zero” em relação ao Meltdown, e que a variante relacionada ao Spectre poderia ser resolvida por meio de atualizações de software.

*Com Agência Reuters


NEC - Conteúdo Patrocinado - Convergência Digital
Identidade digital: cada vez mais sensível para o seu negócio

Com sistemas ainda mais aprimorados e tecnologias que entregam leituras perfeitas de imagens, empresas do setor financeiro – e de outras áreas sensíveis na sociedade – deverão desenvolver uma vasta teia de informações sobre o cliente. Tecnologias como a leitura facial, de íris e de digitais devem, no médio prazo, se tornarem imperceptíveis.

MPDF abre investigação sobre vazamento de 2 milhões de dados de clientes da C&A

Segundo o Ministério Público do Distrito Federal, a própria empresa admitiu ter sido alvo de um ciberataque no Brasil. Entre as informações vazadas estariam o número do CPF, e-mail, valor adquirido e outros.

Gastos globais com segurança vão crescer 12,4% em 2018

Questões relacionadas à privacidade puxam investimentos, que vão passar de R$ 450 bilhões.

Os robôs já chegaram ao centro de operações de Segurança

Mas eles nunca vão substituir os homens na resposta aos incidentes, mesmo com o uso de certas técnicas de inteligência artificial. "Há um exagero muito grande com o uso dessa tecnologia", adverte o vice-presidente de pesquisas do Gartner, Augusto Barros.

Governo lidera e 40% dos sites brasileiros não são seguros

Levantamento feito pela BigData Corp, a pedido da Serasa, indica que pelo menos 7,2 milhões de endereços não possuem certificado de criptografia SSL. Percentual é alto mesmo em sites que fazem transações financeiras.



  • Copyright © 2005-2018 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G