SEGURANÇA

'Tela azul' obriga Microsoft a suspender correção de falha em chips AMD

Convergência Digital* ... 09/01/2018 ... Convergência Digital

A Microsoft suspendeu reparo de proteção contra as ameaças de segurança Meltdown e Spectre,direcionadas para os computadores equipados com chips da AMD, após reclamações de usuários de que as atualizações de software travaram as máquinas. Segundo a Microsoft, a atualização provocou a chamada 'tela azul' do Windows 10, Windows 8.1 e Windows 7 em computadores de usuários. Uma nova correção está sendo feita para reestabelecer as atualizações o mais rápido possível.

“Para evitar que os clientes da AMD não consigam reiniciar os computadores, a Microsoft temporariamente vai suspender neste momento o envio de atualizações do sistema operacional Windows para dispositivos com AMD impactados neste momento”, afirmou a companhia em comunicado ao mercado distribuído nesta terça-feira, 09/01.

As vulnerabilidades Meltdown e Spectre põem a descoberto os dados sensíveis dos seus dispositivos, sejam desktops, notebooks, tablets ou smartphone, permitindo que invasores acessem informações protegidas na memória do seu computador, revelando potencialmente detalhes como senhas, chaves criptográficas, fotos pessoais, e-mails e qualquer outra coisa armazenada na máquina. Elas foram descobertas no começo de janeiro e mobiliza toda a indústria. A Google, por exemplo, diz que lançará uma versão correção no dia 23 de janeiro.

A AMD tinha afirmado na semana passada que diferenças de design em seus chips em relação à Intel deixavam seus produtos com “risco zero” em relação ao Meltdown, e que a variante relacionada ao Spectre poderia ser resolvida por meio de atualizações de software.

*Com Agência Reuters


NEC - Conteúdo Patrocinado - Convergência Digital
Multibiometria: saiba como ela pode cuidar da sua segurança digital

Plataforma Super Resolution, que integra espaços físicos e digitais, será apresentada pela primeira vez no Brasil no Futurecom 2018. Um dos usuários da solução é o OCBC Bank, de Cingapura. A plataforma permite o reconhecimento instantâneo das pessoas à medida que se aproximem da agência.

BT Brasil defende clientes de mais de 125 mil ataques cibernéticos/mês

De acordo com o diretor geral da operadora no Brasil, Alex Inglês, em 12 meses, a companhia ‘defendeu’ cerca de 18 mil ataques DDoS de larga escala, alguns chegando a 650 gibabits. Complexidade tributária afasta investimentos em rede no Brasil, afirma ainda o executivo.

EUA voltam a acusar China de espionagem cibernética

Agência de Segurança Nacional alega que os chineses violam acordo para restringir esse tipo de ‘ataque’ firmado em 2015.

No Brasil, 20% das PMEs quebram após ataque hackers

Levantamento feito com 285 empresas mostra que boa parte pagou resgate para ter dados recuperados após ataque hacker. O pagamento é feito, em média, de 0,3 a 0,4 do valor de um bitcoin (R$ 9,6 mil). Entre as PMEs pesquisadas, seis de cada 10 admitiram ter sido contaminadas por malware.

Brasileiro desconfia que Lei de Proteção de Dados não vai 'pegar'

Pesquisa mostra que 58% não estão confiantes de que a legislação trará os avanços necessários para a proteção dos dados. Maioria se mostrou bastante preocupada com ataques hackers e de vírus cibernéticos.



  • Copyright © 2005-2018 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G