NEGÓCIOS

Controladora do Cabify e do Easy capta R$ 500 milhões para expandir na América Latina

Convergência Digital* ... 22/01/2018 ... Convergência Digital

A Maxi Mobility, controladora dos serviços de transporte por aplicativo Cabify e Easy, anunciou nesta segunda-feira, 21/01, uma nova rodada de investimentos no valor de US$ 160 milhões (R$ 500 milhões) para expandir sua operação nos 14 países da América Latina e em Portugal e Espanha.

O aporte no grupo, que opera plataformas de mobilidade para empresas e usuários particulares em mais de 130 cidades e gera cerca de 2 mil empregos diretos, será feito por Rakuten Capital, TheVentureCity, Endeavor Catalyst, GAT Investments, Liil Ventures, WTI, além de investidores locais da Espanha e da América Latina. "Estamos entusiasmados com o novo grupo de investidores e por continuar a fortalecer nosso relacionamento com a Rakuten Capital”, disse Juan de Antonio, presidente da Maxi Mobility, em nota.

Ainda de acordo com o comunicado, os recursos serão usados para acelerar o crescimento, consolidar a posição de liderança na indústria e impulsionar o desenvolvimento tecnológico e soluções inovadoras. Em 2017, a Cabify registrou crescimento global superior a 500% em receita bruta e solicitações de corridas, triplicou a base instalada e aumentou o número de viagens em seis vezes na comparação com 2016. Já a demanda na Easy subiu mais de 60% desde que o serviço entrou para o grupo em abril do ano passado, informou a empresa.

A Cabify anunciou ainda a nomeação de Fernando Matias como novo gerente das operações no Brasil, substituindo Daniel Bedoya, que passará a diretor operacional global da companhia. Matias atuava anteriormente como presidente da Easy, que assim como a Cabify também pertence à holding Maxi Mobility, informou o grupo em comunicado.

*Com agências de notícias e Agência Reuters


3º Seminário Brasscom de Políticas Públicas & Negócios 2018 - Cobertura Especial Convergência Digital
Brasscom lança manifesto para construir um Brasil Digital e Conectado

Entidade quer a colaboração da sociedade e de entidades de TI ou não para entregar um documento aos presidenciáveis. "Tecnologia precisa ser prioridade nacional", diz o presidente-executivo da Brasscom, Sergio Paulo Gallindo.


Veja a cobertura da 3º Seminário Brasscom de Políticas Públicas & Negócios 2018

Empresas nacionais de software contábil se unem e criam a Joint Venture

SCI, Tron, Mastermaq, Fortes e a empresa de sistemas de gestão ERP na nuvem Omie seleram um acordo para criar a Joint Venture, que entra em operação no começo de 2019, com aporte de R$ 40 milhões.

Uber pagará R$ 500 milhões para encerrar caso de vazamento de dados de 57 milhões de usuários

Empresa vai pagar a 50 Estados norte-americanos para por um ponto final no caso, que aconteceu em 2016, mas só foi revelado no final de 2017.  Os dados de 196 mil brasileiros também vazaram. O valor acertado é o maior da história.

Demora do INPI deixa marca iPhone grátis para Apple no Brasil

Sete anos antes da fabricante americana lançar o aparelho, brasileira Gradiente pediu registro da marca no Brasil. INPI, no entanto, só concedeu o registro em 2008.

BRPhotonics: sem dinheiro, morreu o sonho de fazer chip no Brasil

Ativos da companhia foram vendidos para três empresas. Os R$ 15 milhões aportados pela FINEP não sustentaram o negócio.

TICs em Foco - TRANSFORMAÇÃO DIGITAL
Prever. Prevenir. Detectar e Responder

Essas são a exigência da remodelagem da gestão de riscos e da segurança organizacional nas corporações.



  • Copyright © 2005-2018 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G