Home - Convergência Digital

Google traz para o Brasil serviço que ajuda na busca de emprego

Convergência Digital - Carreira
Convergência Digital* - 30/01/2018

O hábito de “dar um Google” chegou ao mundo do emprego. A empresa passa a mostrar no Brasil a partir desta terça-feira (30) uma lista de vagas de trabalho ofertas em diversos sites sempre que o internauta fizer buscas por ofertas de trabalho no Google. Funciona assim:

Para ativar o recurso, basta digitar, por exemplo, “trabalhos em restaurantes”, “empregos em São Paulo” ou mesmo “trabalhos próximo a mim” na caixa de pesquisa do Google; isso faz a ferramenta de busca rastrear as oportunidades disponíveis no site de diversos parceiros; as vagas encontradas são listadas diretamente no resultado de buscas, em forma de cartões.

O Google Jobs foi lançado em junho do ano passado nos Estados Unidos. Chega ao Brasil na primeira expansão internacional da ferramenta –o recurso também será levado aos outros países da América Latina.“A combinação da alta taxa de desemprego e todos os dados de acesso [a serviços conectados] mostram como o brasileiro está ansioso para encontrar trabalho e usar todo tipo de recurso para melhorar sua situação econômica", afirma Nick Zakrasek, gerente de produto do Google.

Inicialmente, o Google Jobs vai expor no Brasil as vagas listadas por seis empresas: Empregos.com.br, LinkedIn, Love Mondays, OLX, Trampos.com e Vagas.com.br. O novo recurso usa inteligência artificial para entender o tipo de trabalho buscado. E, segundo o Google, a ferramenta não usa dados pessoais para exibis ofertas de empregos baseadas nos interesses do usuário que foram captados pela empresa.

Empregos na busca

A partir do momento que os postos de trabalho são exibidos na ferramenta de busca, é possível aplicar filtros, como:

data em que a oferta foi publicada;
título da vaga;
setor a que pertence o posto;
 localização: é possível selecionar apenas trabalho próximo ao domicílio; quando a opção for essa, o Google mostra quanto tempo demora para chegar à empresa empregadora e quais as opções de transporte (ônibus, metrô, carro etc).

Um atributo da ferramenta nos EUA que não chegará ao Brasil é o filtro de vagas conforme a faixa salarial. Segundo o Google, a implantação dessa comparação precisa de dados que nem sempre estão disponíveis nos anúncios publicados. “A gente viu que a maioria dos anúncios de vaga não fornece uma proposta de salário.” Outras funções do Google Jobs são salvar uma vaga para ver mais tarde e criar configurações para o serviço disparar avisos quando o emprego dos sonhos estiver disponível.

Em entrevista ao Portal G1, o Google promete não usar nesta ferramenta outros dados pessoais além da localização do usuário. Zakrasek afirma que analisar outras informações do internauta poderia fornecer resultados de busca inúteis. “A gente poderia pensar que uma pessoa que pesquisou por escalada poderia querer receber ofertas de emprego de atividades ao ar livre ou em academias. Mas o que descobrimos, perguntando a pessoas reais, é que às vezes muitas pessoas usam o mesmo computador ou o mesmo telefone”, diz ele.

*Com informações do Google e do portal G1

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

19/02/2018
STJ suspende ordem de SP para Youtube remover vídeos por notificação extrajudicial

15/02/2018
Novo navegador da Google bloqueia propaganda

08/02/2018
Índia multa Google em R$ 70 milhões por abuso de posição dominante

30/01/2018
Google traz para o Brasil serviço que ajuda na busca de emprego

30/01/2018
Google entra no mercado de transporte por aplicativo

29/01/2018
Mulheres são as maiores vítimas da automação dos empregos

26/01/2018
Geração Y: o que eles querem de um trabalho?

23/01/2018
Área de TI volta a contratar depois de dois anos de retração no Brasil

18/01/2018
IOS abre cerca de 1.300 vagas para cursos gratuitos de capacitação profissional em TI

17/01/2018
Empresas de TI oferecem mais de 300 vagas

Veja mais artigos
Veja mais artigos

Quatro lições para dar coragem e autonomia às pessoas

Por Amanda Matos Cavalcante*

As pessoas são os principais e mais importantes ativos de uma corporação.

Destaques
Destaques

Área de TI volta a contratar depois de dois anos de retração no Brasil

Pesquisa diz que as empresas estão retomando a contratação de profissionais seniores por conta dos projetos de IoT, Segurança da Informação e Inteligência Artificial.

Um em cada cinco trabalhadores dependerá da Inteligência Artificial

Confundir IA com automação por conta das previsões pessimistas de perdas de emprego ofusca o maior benefício da tecnologia, adverte o Gartner. Consultoria projeta a criação de dois milhões de novos postos de trabalho, por conta da IA, até 2025.

Linguagem C desbanca Java e Python e assume liderança entre os desenvolvedores

Índice Tiobe mostra ainda que há novas linguagens ganhando força, entre elas, a R, que subiu do 16º lugar para o 8º lugar.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV

Copyright © 2005-2015 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site