Home - Convergência Digital

Santa Casa de Valinhos adota Internet das Coisas na UTI

Convergência Digital - Carreira
Convergência Digital* - 06/02/2018

A Santa Casa de Valinhos, localizada no interior do estado de São Paulo, implementou um projeto de identificação e localização dos equipamentos da UTI, com o uso de beacons, dispositivos que emitem sinais que são captados por antenas conectadas à uma central de controle, responsável por conferir e armazenar os dados em um servidor.

A iniciativa foi realizada em parceria com as empresas Taggen Soluções IoT e Biocam Equipamento Médico-hospitalares, onde todos os dados são integrados ao sistema Genesis de Engenharia Clínica, para que sejam analisados pelo Watson da IBM, otimizando assim os recursos do hospital. O superintendente da Santa Casa, Edson Manzano, explica que o projeto surgiu da necessidade de atualizar o inventário, monitorar os deslocamentos e localizar os dispositivos.

"O sistema de rastreamento em tempo real dificulta desvios e furtos, facilita a localização dos equipamentos para o atendimento do paciente, diminui alguns custos de manutenção e agiliza as auditorias dos ativos. Substitui controles que, até então, eram feitos manualmente. Conseguimos otimizar melhor os nossos recursos", destaca Manzano.

Entre os equipamentos rastreados estão os monitores cardíacos, bombas de infusão e o eletrocardiográfico. A implantação desse projeto de IoT permite atender as normas vigentes de inventários anuais e também a manutenção do certificado ONA (Organização Nacional de Acreditação), que avalia a qualidade dos serviços de saúde. 

A próxima etapa do projeto está desenhada e tem como meta ampliar o projeto de monitoramento e localização, com a instalação dos beacons nos equipamentos do Pronto Socorro e do Centro Cirúrgico, acompanhados dos demais recursos técnicos ainda no primeiro trimestre e, dessa forma, monitorar, aproximadamente, 100 equipamentos.

"As tecnologias de IoT, quando bem aplicadas, são um grande apoio no auxílio a diagnósticos, atendimento de pacientes com mais rapidez e segurança e na gestão. Aqui na Santa Casa também temos um aplicativo em tempo real que permite visualizar o prazo de espera no pronto socorro e receber doações seguras, entre outras facilidades", finaliza Manzano. A Santa Casa de Valinhos tem 102 leitos ativos e realiza, em média por mês, 450 cirurgias, 800 internações e 10.000 atendimentos no Pronto Socorro. Os valores investidos não foram revelados.

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

19/02/2018
Plataforma open source dojot, do CPqD, se integra à rede IoT da WND Brasil

16/02/2018
Anatel admite uma série de indefinições com relação à Internet das Coisas

06/02/2018
Santa Casa de Valinhos adota Internet das Coisas na UTI

05/02/2018
Qualcomm vai fabricar chips para IoT e smartphones no Brasil

31/01/2018
Mercado de Internet das Coisas chegará a R$ 26 bilhões no Brasil em 2018

23/01/2018
Metalúrgica reduz R$ 1 milhão/ano em consumo de água com Internet das Coisas

22/01/2018
IoT vai gerar riqueza para o Brasil – se tivermos IoT

15/01/2018
T-Systems contrata rede da Embratel/Claro para atuar como MVNO em Internet das Coisas

29/11/2017
Governo retoma piloto de IoT com chips para coleta de dados

24/11/2017
Atenta à Internet das coisas, Anatel quer mudar certificação de equipamentos

Destaques
Destaques

Teles avançam e 4G chega a 3608 municípios do Brasil

Estudo da Telebrasil revela que, em novembro, existiam 99 milhões de acessos 4G ativos. A cobertura 3G também aumenta e chega a 5109 municípios.

Brasileiro prevê o fim do 'baldes de dados' e quer pagar por serviço contratado no 5G

Estudo global feito pela Ericsson, que ouviu 72 milhões de usuários de smartphone no Brasil, mostra que a maioria quer a conta do 5G não mais por gigabytes consumidos, mas por serviço ou dispositivo conectado à rede.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV
Veja mais artigos
Veja mais artigos

Que ninguém fique sem o sinal de TV digital

Por Juarez Quadros do Nascimento*

Em artigo exclusivo para o Convergência Digital, o presidente da Anatel e do GIRED, revela que a liberação do 700 Mhz atrai a atenção de outros países; aumenta a geração de empregos e acelera a inclusão digital com a massificação do 4G.


Copyright © 2005-2016 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site