TELECOM

Pharol mantém convocação de acionistas e acusa Oi de dar informação errada

Luís Osvaldo Grossmann ... 07/02/2018 ... Convergência Digital

Direção e acionistas da Oi mantém o clima de guerra. A Pharol, maior acionista da Oi, com 22,24% das ações da operadora brasileira, soltou novo comunicado reiterando a convocação da Assembleia Geral Extraordinária para esta quarta, 7/2. Também alega que a Oi prestou informação errada ao dizer que a Justiça negou a referida AGE.

“Ao contrário do que afirmado no Comunicado aos Acionistas realizado pela Oi nesta data, não há decisão judicial que determine o cancelamento da referida Assembleia Geral Extraordinária que terá na sua ordem de trabalhos outros temas além dos relacionados com o Plano de Recuperação Judicial da Oi apresentado pela Diretoria Estatutária”, diz comunicado ao mercado da Bratel, subsidiária da Pharol (ex-Portugal Telecom).

Segundo esse mesmo comunicado, “a decisão mencionada no referido Comunicado aos Acionistas da Oi foi proferida em 25 de janeiro 2018, razão pela qual não existe qualquer alteração fática quanto à possibilidade de realização da Assembleia Geral Extraordinária de 7 de fevereiro de 2018. O referido Comunicado aos Acionista da Oi S.A. com informações equivocadas aos acionistas deverá ser objeto de apuração de responsabilidade em todas as esferas”.

Ao divulgar o comunicado dos acionistas à Comissão de Valores Mobiliários do Brasil, a Oi ressalta que novo despacho da 7ª Vara Empresarial do Rio de Janeiro em 5/2, o que sustentaria o entendimento de que não há legalidade na convocação da AGE. “A Companhia ressalta que não se responsabiliza pela veracidade, completude ou consistência de tais informações, nem tampouco reconhece a legalidade dos termos constantes da convocação da Assembleia ou do Aviso aos Acionistas ora apresentado”, diz a Oi. 


Revista do 62º Painel Telebrasil 2018
Veja a revista do 62º Painel Telebrasil 2018 Brasil Digital: O futuro é agora - é o tema da revista do Painel Telebrasil 2018.
Edição, com 104 páginas, consolida os debates realizados no evento, que reuniu a indústria de Telecomunicações.
Clique aqui para ver outras edições

Celulares terão que indicar taxa de radiação emitida

Ao revisar o regulamento que trata da exposição eletromagnética, Anatel prevê 120 dias para que os equipamentos vendidos tragam a informação nas caixas ou manuais.

TV paga: pirataria tem mais 'assinantes' que a Netflix no Brasil

Consultoria Business Bureau diz que a OTT possui 18% do mercado de assinatura de streaming de vídeo. A Globo Play fica na segunda posição, mas com apenas 4%. Pirataria no Brasil fica bem acima da média da América Latina.

Justiça mantém Pharol e Nelson Tanure fora da Oi até aporte de capital

Juiz Fernando Viana, da 7ªVara Empresarial do Rio de Janeiro, manteve a suspensão dos direitos políticos dos conselheiros e diretores da Oi ligados aos grupos.

GSMA: Parceria em conteúdo é melhor para teles que produção própria

Apesar de iniciativas em investir nesse campo, estudo da associação destaca que licenciamento de conteúdo é caminho mais realista para teles.



Painel Telebrasil 2017 - Cobertura Especial ConvergênciaDigital


Clique aqui e acompanhe a cobertura completa do Painel Telebrasil 2017

  • Copyright © 2005-2018 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G