TELECOM

Pharol mantém convocação de acionistas e acusa Oi de dar informação errada

Luís Osvaldo Grossmann ... 07/02/2018 ... Convergência Digital

Direção e acionistas da Oi mantém o clima de guerra. A Pharol, maior acionista da Oi, com 22,24% das ações da operadora brasileira, soltou novo comunicado reiterando a convocação da Assembleia Geral Extraordinária para esta quarta, 7/2. Também alega que a Oi prestou informação errada ao dizer que a Justiça negou a referida AGE.

“Ao contrário do que afirmado no Comunicado aos Acionistas realizado pela Oi nesta data, não há decisão judicial que determine o cancelamento da referida Assembleia Geral Extraordinária que terá na sua ordem de trabalhos outros temas além dos relacionados com o Plano de Recuperação Judicial da Oi apresentado pela Diretoria Estatutária”, diz comunicado ao mercado da Bratel, subsidiária da Pharol (ex-Portugal Telecom).

Segundo esse mesmo comunicado, “a decisão mencionada no referido Comunicado aos Acionistas da Oi foi proferida em 25 de janeiro 2018, razão pela qual não existe qualquer alteração fática quanto à possibilidade de realização da Assembleia Geral Extraordinária de 7 de fevereiro de 2018. O referido Comunicado aos Acionista da Oi S.A. com informações equivocadas aos acionistas deverá ser objeto de apuração de responsabilidade em todas as esferas”.

Ao divulgar o comunicado dos acionistas à Comissão de Valores Mobiliários do Brasil, a Oi ressalta que novo despacho da 7ª Vara Empresarial do Rio de Janeiro em 5/2, o que sustentaria o entendimento de que não há legalidade na convocação da AGE. “A Companhia ressalta que não se responsabiliza pela veracidade, completude ou consistência de tais informações, nem tampouco reconhece a legalidade dos termos constantes da convocação da Assembleia ou do Aviso aos Acionistas ora apresentado”, diz a Oi. 


Painel Telebrasil 2019
A 63ª edição do principal encontro institucional de lideranças do setor de telecomunicações e TICs acontecerá entre os dias 21 e 23 de maio de 2019, em Brasília. Saiba mais em paineltelebrasil.org.br
Veja o vídeo

Estado quer impor autoridade pelo poder sancionador

A afirmação é do ex-advogado geral da União, Luis Adams, ao falar sobre as sanções administrativas aplicadas ao setor de Telecomunicações.

TV por assinatura: Pirataria causa prejuízo de R$ 4 bilhões ao ano

Nos últimos dois anos, a Receita Federal já destruiu 100 mil decodificadores piratas apreendidos em Foz do Iguaçu. Prejuízo da indústria é estimado em R$ 40 milhões, já que cada aparelho custa em média US$ 100.

Bens reversíveis: Posição da Anatel contraria a Lei

Ao impedir a venda de todo e qualquer bem pelas operadoras, a agência gera insegurança ao investido, advertiu o advogado Fabiano Robalinho, do escritório Sérgio Bermudes Advogados.

Guerra fria na Telecom Italia, dona da TIM, ganha novo capítulo 'sangrento'

A francesa Vivendi reclama de quebra dos princípios de governança corporativa da operadora italiana com a não convocação de uma assembleia de acionistas.



Painel Telebrasil 2017 - Cobertura Especial ConvergênciaDigital


Clique aqui e acompanhe a cobertura completa do Painel Telebrasil 2017

  • Copyright © 2005-2018 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G