TELECOM

Acionistas mudam comando da Oi, mas direção não reconhece assembleia

Luís Osvaldo Grossmann ... 07/02/2018 ... Convergência Digital

Segue em pé-de-guerra o clima entre acionistas e a direção da Oi. Nesta quarta, 7/2, depois de serem barrados no edifício sede da supertele, acionistas que atenderam à convocação de uma Assembleia Geral Extraordinária pela Pharol (ex-Portugal Telecom) mantiveram a reunião e decidiram trocar o comando da empresa. 

Na AGE, destituíram o presidente Eurico Teles, nomeando para o lugar Pedro Leitão, consultor da Pharol. Trocaram também os diretores financeiro e jurídico por nomes ligados aos portugueses. E ainda indicaram a abertura de uma ação contra Teles por conta dos termos do acordo aprovado pelos credores, que implica em forte diluição dos atuais acionistas. 

Para a direção da Oi, no entanto, essas decisões não têm validade. O entendimento é de que o despacho do juiz substituto da 7ª Vara Empresarial do Rio, Ricardo Campos, na segunda-feira, 5/2, já indicou que tal deliberação carece de suporte. 

“Considerando a homologação realizada, do plano de recuperação, e uma vez judicializada, inviável, sem validade e, sem eficácia, qualquer deliberação extrajudicial que atente contra as questões já homologadas no plano, pois todo jurisdicionado deve obediência irrestrita ao magister dixit, último existente, sem prejuízo de eventual recurso ao próprio Poder Judiciário”, firmou o juiz. 

Tal entendimento já tinha sido sinalizado pela direção da Oi quando indicou que não promoveria a convocação da AGE pedida pela Pharol, que detém 22,23% da operadora brasileira. Em comunicado ao mercado na terça, 6/2, a direção da supertele pontuou que ao rejeitar a reconsideração da homologação do plano, a 7ª Vara Empresarial teria impacto “inclusive no que se refere a não realização da Assembleia Geral Extraordinária da Companhia”. 

Parte dos acionistas, no entanto, foi adiante com a AGE. Além da Pharol, por meio da subsidiária Bratel, e do Société Mondiale – que já reduziu sua participação de 5,28% do capital para 3,67% - a assembleia reuniu cerca de um terço do capital da Oi. E em que pese a posição da 7ª Vara Empresarial do Rio, tentarão validar as decisões junto à Bolsa de Valores. 


Internet Móvel 3G 4G
Anatel propõe novos limites de espectro que facilitam fusões

Fórmula que vai à consulta pública prevê duas faixas de espectro, com limites diferentes até 1 GHz e 3 GHz. Desenho permite a cada tele móvel deter até um terço do espectro licenciado total.

Novo interessado pode salvar posição orbital para o Brasil

Mesmo encerrado prazo da chamada pública, agência deve autorizar a transferência da licença de uso da posição 45 Graus Oeste. 

Teles reclamam que sobram projetos de lei, mas falta avanço estrutural para o setor

Segundo balanço do Sinditelebrasil, 4.031 projetos de lei tramitam com impacto direto ou indireto nas telecomunicações. 

Anatel e Aneel adotaram preço de postes em mais de 30 pedidos de provedores

Segundo o presidente da Anatel, Juarez Quadros, em todos os casos o valor que era cobrado pelas distribuidoras de energia foi reduzido para os R$ 3,17 previstos na resolução conjunta das agências.

Oi sobe o tom e diz que acusações da AIDMIN são 'irresponsáveis e vazias'

Em nota oficial, operadora diz que foram proferidas acusações desprovidas de fundamentos pela 'suposta representante de minoritários' e diz que "os ataques não passam de denúncias vazias lançadas irresponsavelmente, contra a companhia".

GSMA diz que espectro é caro e com preço político na América Latina

Brasil é o país da região com maior oferta de espectro por operadora, 630 MHz. Perde apenas para os Estados Unidos, com 650 MHz. Para entidade, decisões políticas e não forças de mercado definem o valor das radiofrequências. 

Senado atrela renovação de outorgas ao bloqueio de celular em presídio

Projeto prevê uso do Fundo Penitenciário Nacional para a instalação dos bloqueadores, mas emenda admite que o custo seja repassado às operadoras e que licenças só sejam renovadas se medida for aplicada. 


Veja a revista do 61º Painel Telebrasil 2017
Revista do 61º Painel Telebrasil 2017
A edição de 2017 do Painel Telebrasil enfatizou a necessidade de atualização do modelo de telecomunicações e a definição de uma agenda digital para o País.

Painel Telebrasil 2017 - Cobertura Especial ConvergênciaDigital


Clique aqui e acompanhe a cobertura completa do Painel Telebrasil 2017

  • Copyright © 2005-2018 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G