SEGURANÇA

Secretário Geral diz que ONU precisa discutir tratado global sobre ciberguerra

Convergência Digital* ... 19/02/2018 ... Convergência Digital

O secretário geral das Nações Unidas, Antonio Guterres, defendeu a adoção de tratados globais sobre guerra cibernética que busquem minimizar o impacto sobre civis, especialmente diante da tendência de ataques cibernéticos massivos se tornarem os primeiros salvos em futuras guerras. 

“Episódios de guerra cibernética entre Estados já existe. O pior é que não existe qualquer esquema regulatório para esse tipo de conflito, não é claro como a convenção de Genebra ou leis internacionais humanitárias se aplicam”, discursou Guterres nesta segunda, 19/2, na Universidade de Lisboa. 

“Estou absolutamente convencido que, diferente de grandes batalhas do passado, que começaram com uma barragem de artilharia ou bombardeio aéreo, a próxima guerra vai começar com um ataque cibernético massivo para destruir capacidades militares e paralisar infraestrutura básica como redes elétricas”, afirmou.

Para ele, as Nações Unidas devem ser a plataforma onde os vários atores, de cientistas a governantes, possam se encontrar e discutir regras “que garantam um caráter mais humano” aos conflitos que envolvam tecnologia da informação, bem como para que a internet seja “um instrumento a serviço do bem”. 

*Com informações da Reuters


NEC - Conteúdo Patrocinado - Convergência Digital
Identidade digital: cada vez mais sensível para o seu negócio

Com sistemas ainda mais aprimorados e tecnologias que entregam leituras perfeitas de imagens, empresas do setor financeiro – e de outras áreas sensíveis na sociedade – deverão desenvolver uma vasta teia de informações sobre o cliente. Tecnologias como a leitura facial, de íris e de digitais devem, no médio prazo, se tornarem imperceptíveis.

MPDF abre investigação sobre vazamento de 2 milhões de dados de clientes da C&A

Segundo o Ministério Público do Distrito Federal, a própria empresa admitiu ter sido alvo de um ciberataque no Brasil. Entre as informações vazadas estariam o número do CPF, e-mail, valor adquirido e outros.

Gastos globais com segurança vão crescer 12,4% em 2018

Questões relacionadas à privacidade puxam investimentos, que vão passar de R$ 450 bilhões.

Os robôs já chegaram ao centro de operações de Segurança

Mas eles nunca vão substituir os homens na resposta aos incidentes, mesmo com o uso de certas técnicas de inteligência artificial. "Há um exagero muito grande com o uso dessa tecnologia", adverte o vice-presidente de pesquisas do Gartner, Augusto Barros.

Governo lidera e 40% dos sites brasileiros não são seguros

Levantamento feito pela BigData Corp, a pedido da Serasa, indica que pelo menos 7,2 milhões de endereços não possuem certificado de criptografia SSL. Percentual é alto mesmo em sites que fazem transações financeiras.



  • Copyright © 2005-2018 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G