TELECOM

Decreto com nova política de banda larga retira revisão do MCTIC sobre Anatel

Luís Osvaldo Grossmann ... 20/02/2018 ... Convergência Digital

Ainda sem prazo certo para a publicação do Decreto que alinha a nova política pública para a banda larga, o Ministério de Ciência, Tecnologia, Inovação e Comunicações adianta que fará ajustes na minuta colocada em consulta pública. Em particular, vai cortar a menção de que a pasta teria papel de revisor da atuação da Anatel. 

“Na semana que vem vamos encaminhar o texto com nosso ponto de vista ajustado para a consultoria jurídica. Não existe um papel de revisão, nada que possa minimamente servir como instancia revisional do órgão regulador. E isso vai ser ajustado. Aceitamos várias sugestões”, revelou o secretário de telecomunicações André Borges. 

A proposta que foi à consulta dava ao MCTIC poder de “estabelecer diretrizes complementares para ação regulatória da Agência Nacional de Telecomunicações”. Mas foi criticada pelas operadoras em geral, que alegaram que o resguardo do caráter autônomo da Anatel é imprescindível para a proteção da atuação técnica e independente da agência. 

Não há, no entanto, mudanças que atendam os pleitos das empresas por novas fontes de financiamento. Como indicaram as teles, não há efetiva confiança de que os recurso de TACs vão mesmo se materializar, nem mesmo os recursos supostamente liberados com a revisão do modelo, que depende do PLC 79/16.


Revista do 62º Painel Telebrasil 2018
Veja a revista do 62º Painel Telebrasil 2018 Brasil Digital: O futuro é agora - é o tema da revista do Painel Telebrasil 2018.
Edição, com 104 páginas, consolida os debates realizados no evento, que reuniu a indústria de Telecomunicações.
Clique aqui para ver outras edições

Celulares terão que indicar taxa de radiação emitida

Ao revisar o regulamento que trata da exposição eletromagnética, Anatel prevê 120 dias para que os equipamentos vendidos tragam a informação nas caixas ou manuais.

TV paga: pirataria tem mais 'assinantes' que a Netflix no Brasil

Consultoria Business Bureau diz que a OTT possui 18% do mercado de assinatura de streaming de vídeo. A Globo Play fica na segunda posição, mas com apenas 4%. Pirataria no Brasil fica bem acima da média da América Latina.

Justiça mantém Pharol e Nelson Tanure fora da Oi até aporte de capital

Juiz Fernando Viana, da 7ªVara Empresarial do Rio de Janeiro, manteve a suspensão dos direitos políticos dos conselheiros e diretores da Oi ligados aos grupos.

GSMA: Parceria em conteúdo é melhor para teles que produção própria

Apesar de iniciativas em investir nesse campo, estudo da associação destaca que licenciamento de conteúdo é caminho mais realista para teles.



Painel Telebrasil 2017 - Cobertura Especial ConvergênciaDigital


Clique aqui e acompanhe a cobertura completa do Painel Telebrasil 2017

  • Copyright © 2005-2018 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G