INOVAÇÃO

Facebook busca startups para segunda etapa da estação Hack em São Paulo

Convergência Digital* ... 21/02/2018 ... Convergência Digital

O Facebook abriu, nesta quarta-feira (21/2), as inscrições para a segunda turma do programa de aceleração para startups de impacto social que desenvolve dentro da Estação Hack, o primeiro centro para apoio à inovação no mundo, localizado em São Paulo. Criado para apoiar o desenvolvimento de negócios inovadores que usam dados para promover transformações positivas na sociedade, o programa é realizado em parceria com a Artemisia – organização pioneira no Brasil no fomento e aceleração de negócios de impacto social. As inscrições vão até 25 de março e podem ser feitas pelo site www.artemisia.org.br/aceleradoraestacaohack.

Serão selecionadas até 10 startups para um processo intensivo de aceleração dentro da Estação Hack. Empreendedores de todo o Brasil que tenham o propósito de gerar impacto por meio de uma solução tecnológica e que façam uso intensivo de dados podem participar do processo. A busca será por negócios de todos os setores, mas as startups devem ter, ao menos, protótipo ou produto em fase de testes no mercado. Podem se inscrever, ainda, empresas que tenham produtos lançados e que busquem rápido crescimento.

"O que estamos vendo com a primeira turma de startups aceleradas na Estação Hack é muito positivo. O ambiente de inovação está tomando vida, com a troca de ideias e conhecimento entre empreendedores, mentores e alunos dos cursos de programação que circulam por lá. Agora, vamos buscar mais negócios inovadores que possam fomentar o desenvolvimento social e devolver valor ao país", afirma o diretor da Estação Hack, Eduardo Lopes.

Os projetos selecionados serão residentes da Estação Hack por seis meses e terão acesso a diversos conteúdos e ferramentas inovadoras com mentoria da Artemisia e do Facebook. Entre os benefícios estão o acesso à teoria e práticas desenvolvidas pela Artemisia; apoio na formatação do modelo de negócio; refinamento do impacto social das soluções; conexão com especialistas em negócios; e ingresso na Rede Artemisia, composta por um robusto grupo de empreendedores, parceiros e mentores.

Mais de 760 startups se inscreveram para o primeiro ciclo de aceleração. As 10 selecionadas, que ficam na Estação Hack até o fim de junho, oferecem soluções voltadas à empregabilidade de jovens e adultos de baixa renda, educação, engajamento cívico, serviços financeiros para inclusão financeira e microempreendedorismo.

SERVIÇO

Aceleradora Estação Hack

Inscrições | de 21 de fevereiro a 25 de março de 2018

www.artemisia.org.br/aceleradoraestacaohack

Entrada das startups residentes | julho 2018

Mais informações sobre a Estação Hack: www.facebook.com/estacaohack/

 


Cloud Computing
Startup investe na nuvem e viabiliza atendimento médico no interior do Amazonas

Portal Telemedicina usa APIs do Google Cloud, Firebase e ML Engine para armazenar dados de pacientes, além de detectar doenças e priorizar atendimento em clínica da cidade de Coari,  localizada a 444 quilômetros de Manaus.

TICs em Foco - TRANSFORMAÇÃO DIGITAL
Prever. Prevenir. Detectar e Responder

Essas são a exigência da remodelagem da gestão de riscos e da segurança organizacional nas corporações.

Google cria desafio e tem US$ 25 milhões para investir em Inteligência Artificial

Programa está com inscrições abertas até o dia 22 de janeiro. Soluções selecionadas serão voltadas para áreas como ciência ambiental, saúde e conservação de espécies.

Economia da cultura deve ser prioridade para o Brasil

O Brasil é muito bom em produzir cultura e não pode menosprezar o valor global de investir em cultura, advertiu o advogado Claudio Lins de Vasconcellos, do Lins Vasconcelos Advogados.

"Nem no século 25 um robô vai tirar o lugar do homem na produção da cultura"

Cultura dá dinheiro e poder ao Brasil, reforçou o advogado Claudio Lins de Vasconcellos, do Lins Vasconcelos Advogados. "Digo sempre que somos Embrapa, Embraer e Cultura. O resto é commodity e commodity não nos levará a lugar nenhum nos próximos 200 anos".

Inteligência Artificial: abrir a caixa preta dos algoritmos é necessário

Para o professor da FGV/RJ Luca Belli, a Inteligência Artificial poderia seguir preceitos éticos com base na conduta e comportamento, da mesma forma como humanos.

CNJ cria laboratório de inteligência artificial para processo eletrônico

Segundo o presidente da Comissão Permanente de Tecnologia da Informação e Infraestrutura do CNJ, Márcio Schiefler, as informações dos bancos de dados dos tribunais são valiosas. “Informação é poder”.



  • Copyright © 2005-2019 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G