INCLUSÃO DIGITAL

Intervozes: Política pública não favorece a inclusão digital

Luís Osvaldo Grossmann ... 21/02/2018 ... Convergência Digital

As políticas públicas brasileiras, além de práticas de mercado, estão na contramão da inclusão digital e no direito universal ao acesso previsto no Marco Civil da Internet. A avaliação é do Intervozes, que lançou um estudo focado “nas barreiras que se interpõem à garantia do direito ao acesso à Internet no Brasil”. 

A análise é de que a própria política de massificação da banda larga, ferramentas regulatórias como os termos de ajustamento de conduta e o projeto de lei que muda o marco regulatório das telecomunicações já adotam em si premissas que dificultam o acesso universal à internet. 

Assim, o PLC 79/16 é visto como prejudicial à universalização por possibilitar a transferência das redes legadas de telecomunicações para a oferta de serviços exclusivamente em regime privado, no que em si já representaria uma transferência de recurso público, oriundo da concessão de telefonia, para o patrimônio privado das empresas. 

“A mudança na LGT proposta no PLC 79 desconsidera o direito ao acesso à Internet estabelecido anteriormente em lei pelo MCI, ao simplesmente flexibilizar as regras para a prestação do serviço de telefonia fixa, com risco de ameaçar a conexão de parte da população por meio da entrega dos bens reversíveis e ainda deixar de estabelecer instrumentos adequados para a garantia da oferta do acesso à Internet”, aponta o estudo do Invervozes. 

De forma semelhante, o uso de TACs como forma de ampliação de redes também representa transferência de recursos públicos, as multas aplicadas pela Anatel, para o patrimônio privado, visto que no lugar de pagar as sanções as empresas investiriam em nova infraestrutura. 

Além disso, a entidade exemplifica parte do problema no acordo negociado com a Telefônica, pelo qual redes de fibras serão implantadas em cidades onde já existe algum tipo de atendimento, em geral por provedores regionais de acesso, o que implicaria no uso de recurso público (as multas) em favor de um competidor específico. 

O estudo aponta, ainda, para o que o governo chama de novo plano nacional de conectividade, a política de massificação da banda larga a partir da revisão de três Decretos anteriores. A crítica do Intervozes é de que ao eleger cidades com maior população, a política torna ainda mais distante a universalização nos locais mais carentes. 

“A proposta de Política de Telecomunicações não resolve questões centrais para a garantia do acesso à Internet, como o investimento em rede em áreas pobres e distantes dos grandes centros, o nível de concentração na oferta da conexão e a acessibilidade do preço ao consumidor final de baixa renda”, diz o estudo. 

Finalmente, o trabalho aponta para práticas de mercado que seriam prejudiciais, como o uso de ‘zero rating’ e dos limites de franquia de dados. Entende o Invervozes que a prática de zero rating contraria o Marco Civil. E que limitar a franquia de dados na banda larga fixa é ilegal, pois a conexão à Internet é considerada um serviço essencial e que só pode ser interrompido por inadimplência. 


TICs em Foco - TRANSFORMAÇÃO DIGITAL
Prever. Prevenir. Detectar e Responder

Essas são a exigência da remodelagem da gestão de riscos e da segurança organizacional nas corporações.

Provedores devem apontar PTTs que grandes operadoras terão que conectar

Anatel quer estabelecer os critérios para definir quais os pontos de troca de tráfego deverão constar das ofertas de referencia das teles com Poder de Mercado Significativo.

Governo diz ao TCU que só Telebras tem satélite de banda larga nacional

MCTIC diz à Corte de Contas que operadoras privadas não têm condições técnicas de atender ao programa Gesac com cobertura e velocidades exigidas.

Proibir o uso do celular pelos jovens é estratégia ineficaz e sem futuro

"Proibindo por proibir não estamos ensinando nada", advertiu a psicóloga Evelise Galvão de Carvalho, ao participar do Workshop Impactos da Exposição de Crianças e Adolescentes na Internet, promovido pelo CGI.br e pelo NIC.br.

Facebook abandona projeto de drones para conectar áreas remotas

Empresa anunciou que vai desativar a unidade que construiu o Aquila, o veículo não tripulado do tamanho de um Boeing 737 que prometia irradiar internet. Rival Google ficou sozinha com o projeto Loon, de balões para a Internet.

TV Digital: Sobras de recursos devem comprar mais conversores

Estimativas são de que haverá disponível cerca de R$ 600 milhões dos R$ 3,6 bilhões que o leilão da faixa de 700 MHz destinou à TV Digital, suficiente para comprar cerca de 3 milhões de novos kits.

Juiz de Fora, MG, é número 1 na oferta de serviços digitais em ranking das teles

Operadoras expandiram o ranking das cidades amigas da banda larga para avaliar também as que oferecem serviços digitais aos cidadãos.No ranking das cidades amigas da Banda Larga, Uberlândia se mantém com a liderança. Brasília e São Paulo estão nos últimos lugares.



  • Copyright © 2005-2018 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G