TELECOM

MPF abre investigação contra Anatel por favorecer Telefônica

Luís Osvaldo Grossmann ... 22/02/2018 ... Convergência Digital

O Ministério Público Federal abriu um inquérito para investigar denúncias de favorecimento da Telefônica, pela Anatel. Segundo portaria do procurador da República Ivan Cláudio Marx, ainda de janeiro de 2018, o objeto é “apurar suposto esquema de corrupção engendrado na Anatel, consubstanciado no favorecimento do grupo telefônica em detrimento do grupo Oi”.

Na prática, essa Portaria 28, de 19 de janeiro, “Converte em Inquérito Civil a Notícia de Fato nº 1.16.000.003168/2017-33”. A PGR confirma a abertura do inquérito, mas diz que a investigação ocorre em caráter sigiloso e evita maiores informações. 

Marx, no entanto, já pediu inclusive informações ao Tribunal de Contas da União sobre o Termos de Ajustamento de Conduta da Telefônica, que foi parcialmente chancelado pela Corte de Contas, embora os ministros tenham feitas diversas críticas aos termos negociados. O TAC troca R$ 2,2 bilhões em multas em compromissos de investimento em redes. 

O presidente da Anatel, Juarez Quadros, diz que não conhece detalhes do inquérito além do que foi divulgado na abertura da investigação. “Conheço somente a portaria, que é ainda de janeiro, e agora foi divulgada. Mas ainda não fomos procurados pelo MPF.”

Mais tarde, a agência soltou uma nota oficial sobre o inquérito, na qual diz que "após sua cientificação formal, a Anatel colocar-se-á ao dispor das autoridades no que for necessário para elucidação dos fatos. A Anatel é um órgão de Estado, submetido a rígidos mecanismos de controle e de participação social, tendo como padrão de conduta o respeito à Lei e ao princípio constitucional da transparência".


Internet Móvel 3G 4G
Indústria móvel pressiona por faixas de 26GHz, 40 GHz e 66-71 GHz para o 5G

Estudo da GSMA sustenta que a oferta de serviços 5G nessas faixas podem adicionar US$ 565 bilhões ao PIB mundial. Faixas desejadas são as em ondas milimétricas. Decisão da UIT só será conhecida em 2019.

Painel Telebrasil 2019
A 63ª edição do principal encontro institucional de lideranças do setor de telecomunicações e TICs acontecerá entre os dias 21 e 23 de maio de 2019, em Brasília. Saiba mais em paineltelebrasil.org.br
Veja o vídeo

Bens reversíveis: Posição da Anatel contraria a Lei

Ao impedir a venda de todo e qualquer bem pelas operadoras, a agência gera insegurança ao investido, advertiu o advogado Fabiano Robalinho, do escritório Sérgio Bermudes Advogados.

Guerra fria na Telecom Italia, dona da TIM, ganha novo capítulo 'sangrento'

A francesa Vivendi reclama de quebra dos princípios de governança corporativa da operadora italiana com a não convocação de uma assembleia de acionistas.

Bens reversíveis: Anatel não está apegada a 'rótulos patrimoniais ou funcionais'

Para Ronaldo Neves, assessor da presidência da Anatel, 2018 está sendo um ano interessante para a posição da agência com relação ao tema, classificado como instigante. Segundo ele, a reversibilidade está associada apenas ao bem direcionado para a prestação do serviço concedido.

Metodologia da Anatel obriga teles irem à Justiça contra valores de multas

"Cabe à agência fazer uma reflexão de como está cobrando. As infrações cometidas no 2º semestre têm valor de multa maior do que as mesmas infrações cometidas no 1º semestre", explica o advogado Rodrigo Greco, da Rodrigo Greco Associados.



Painel Telebrasil 2017 - Cobertura Especial ConvergênciaDigital


Clique aqui e acompanhe a cobertura completa do Painel Telebrasil 2017

  • Copyright © 2005-2018 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G