Home - Convergência Digital

Funcionários da BBTS, ex-Cobra Tecnologia, ameaçam parar no dia 28 de fevereiro

Convergência Digital - Carreira
Convergência Digital* - 22/02/2018

A negociação para o Acordo Coletivo de Trabalho (ACT) da BBTS, emrpesa de serviços do Banco do Brasil, antiga Cobra Tecnologia, não avançou e a Federacao Interestadual Trabalhadores em Tecnologia da Informacao - FEITTINF- e o Sindpd convocam os trabalhadores da Cobra para uma paralisação no próximo dia 28 de fevereiro, durante a 5ª mesa de negociação.

Segundo os trabalhadores, a Cobra propõs 0% de reajuste das cláusulas econômicas. Os trabalhadores reivindicaram remuneração integral de seus empregados pelo índice de ICV DIEESE ou IPCA (o que for maior) + 3% de ganho real, a ser aplicado sobre a remuneração salarial do mês de setembro de 2017.

Segundo ainda os trabalhadores, a Cobra negou a correção de cláusulas importantes, como o auxílio-refeição, auxílio-creche e pré-escola e auxílio-escola. A empresa também rejeitou outras propostas como auxílio-viagem; o aumento de 60% no reembolso, bolsa de estudos e 13ª cesta refeição.

A BBTS, em que o Banco do Brasil detém 99.97% do capital social, é uma empresa tem como função a prestação de serviços de assistência técnica, monitoração, segurança eletrônica, apoio logístico a serviços bancários, gerenciamento de documentos, impressão, fábrica de software e testes, software livre, gestão de recursos de telecomunicações, etc. É uma empresa estratégica para a política de segurança bancária com um faturamento anual de R$ 1 bi com cerca de 4 mil empregados.

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

22/02/2018
Funcionários da BBTS, ex-Cobra Tecnologia, ameaçam parar no dia 28 de fevereiro

Veja mais artigos
Veja mais artigos

eSocial desafia a rotina dos Recursos Humanos

Por Juliana Andrade*

Chegou a hora de as empresas tirarem proveito da robotização, especialmente, na análise de cadastros para observar se há ou não alguma informaçaõ que destoe da atualidade. O regime fiscal online exige a reparação dos dados.

Destaques
Destaques

Juízes do Trabalho: Reforma trabalhista só vale depois da sua entrada em vigor

Decisão foi tomada por mais de 700 juízes e desembargadores. Para eles, a Lei 13.467/2017 só deve valer para processos e contratos iniciados após 11 de novembro de 2017, quando a legislação entrou em vigor.

Lei Trabalhista: TST decide que demissão só pode ser homologada no sindicato

Tema é controverso, mas o ministro Alexandre Agra Belmonte decidiu em setença que "se o empregado tiver mais de um ano de serviço, o pedido de demissão somente terá validade se assistido pelo seu sindicato".

Os 10 cargos em alta na TI para 2018

Conhecimento técnico não é mais o diferencial. Habilidades no relacionamento e de liderança estão pesando muito na hora da contratação.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV

Copyright © 2005-2015 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site