Home - Convergência Digital

Anatel propõe novos limites de espectro que facilitam fusões

Convergência Digital - Carreira
Luis Osvaldo Grossmann - 22/02/2018

A Anatel vai colocar em consulta pública, por 45 dias, a proposta de revisão da gestão do espectro, pela qual amplia o limite de radiofrequências detidas por cada operadora móvel. Na prática, a mudança facilita rearranjos que mantenham apenas três grandes empresas no mercado, visto que cada uma poderá deter até cerca de um terço da espectro licenciado total. 

“Essa segregação vai permitir, se aprovada, uma situação limite com potencial concentração em três empresas como limite máximo, com todas as simulações no sentido de evitar que se ultrapasse essa barreira. De três empresas não se permitiria passar [para menos]”, pontuou o conselheiro Otávio Rodrigues, autor da proposta aprovada nesta quinta, 22/2, pelo Conselho Diretor da agência. 

Pelo plano, haveria limite diferenciado para faixas abaixo de 1 GHz, e para faixas entre 1 GHz e 3 GHz. Nas mais baixas, o limite atual de concentração fica em 29% e seria deslocado para 35%. Podem ser autorizados limites maiores, entre 35% e 40% do espectro total, mediante condicionamentos. Acima disso fica sumariamente vetado. 

Na faixa de 1 GHz a 3 GHz, o novo limite proposto é de 30% - sendo que atualmente ele está em 21%. Da mesma forma, haverá a possibilidade de a agência autorizar concentração maior, entre 35% e 40%, também mediante condicionamentos. Mais de 40% vetado.

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

13/12/2018
Revisão do modelo, espectro, IoT e 5G são as prioridades da Anatel até 2020

12/12/2018
Novo regulamento prevê multa virar rede em qualquer lugar do país

12/12/2018
Anatel aprova redução de 0,4% na tarifa fixo-móvel

11/12/2018
Presidente da Anatel adverte sobre o desserviço de desprestigiar a agência

11/12/2018
Anatel recebeu 254,8 mil reclamações em outubro

11/12/2018
Pós-TACs, Anatel acena com multas como ‘obrigação de fazer’

11/12/2018
Preocupação com parabólicas não pode excluir Brasil do 5G

10/12/2018
Anatel apreende cerca de R$ 1,2 milhão em operação contra produtos piratas

07/12/2018
Anatel aprova troca no Conselho de Administração da Oi

05/12/2018
Anatel abre indicações para Comitê de Prestadoras de pequeno porte

Destaques
Destaques

5G exige pelo menos 100 MHz para cada operadora no Brasil

O tema preocupa a coordenação de espectro do 5G Brasil, uma vez que foram destinados 300 MHz na faixa intermediária e há quatro operadoras nacionais.

Segurança cibernética é crítica para o avanço do 5G

O tema é considerado polêmico - até em função das questões políticas que o envolvem como a briga China x EUA -, mas precisa ser debatido, observa Gustavo Correa Lima, engenheiro do CPqD.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV
Veja mais artigos
Veja mais artigos

Desvende 10 mitos sobre os cartões biométricos

Por Cassio Batoni*

Como toda nova tecnologia, os questionamentos sobre a sua segurança e e a sua confiabilidade ainda existem e são compreensíveis, mas ela veio para ficar. A impressão digital surge como a confirmação principal de que o usuário é quem diz ser.


Copyright © 2005-2016 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site