TELECOM

5G com 3,5 GHz exige distribuição de equipamentos nos moldes da TV Digital

Luís Osvaldo Grossmann ... 08/03/2018 ... Convergência Digital

A bem sucedida experiência com a faixa de 700 MHz na TV Digital inspira a Anatel na solução para evitar interferências com a destinação da frequência de 3,5 GHz para o 5G. O esboço do plano é incluir no edital de venda do espectro a obrigação de distribuição de equipamentos que atuem como filtros para evitar interferências com as 20 milhões de antenas parabólicas estimadas no país. 

“Estamos finalizando estudos de campo e chegamos à conclusão de que é possível o convívio do uso da faixa de 3,5 GHz para o 5G com as parabólicas que operam na banda C do satélite, por meio da adaptação das antenas dos usuários com uma solução de baixo custo”, explica o superintendente de outorga e recursos à prestação da agência, Vitor Menezes. 

Nos últimos 15 anos, a Anatel já tentou quatro vezes licitar a faixa de 3,5 GHz, mas sempre esbarrou no problema da interferência pela proximidade dessa fatia do espectro com a banda C. O risco de prejudicar a recepção dos sinais de televisão para quase um terço dos domicílios do país, que usam parabólicas, na prática impediu que esses planos fossem adiante. 

A ideia agora, como explica Menezes, é aproveitar a experiência da venda da faixa de 700 MHz para minimizar esse problema. “Vamos desenhar uma solução, por meio do edital talvez, em que a gente possa estabelecer como será essa convivência na prática. Uma das opções é estabelecer como regra para o vencedor do leilão que ele adote medidas para mitigar interferência através da adaptação das antenas que já existem nas casas das pessoas.”

Ou seja, assim como nos 700 MHz o edital já previa a distribuição de kits de antena e conversor para TV Digital – no caso a famílias de baixa renda – a ideia é estabelecer o compromisso de que os vencedores do leilão da faixa de 3, 5 GHz distribuam os equipamentos a serem instalados nas parabólicas para evitar a interferência. 

“É algo para o médio prazo. Estamos bastante maduros e vamos já conseguir colocar para o Conselho Diretor as condições em que podem ser feitas esse leilão. Os estudos para essa faixa já serão finalizados ainda neste ano”, completa o superintendente da Anatel. 


Revista do 62º Painel Telebrasil 2018
Veja a revista do 62º Painel Telebrasil 2018 Brasil Digital: O futuro é agora - é o tema da revista do Painel Telebrasil 2018.
Edição, com 104 páginas, consolida os debates realizados no evento, que reuniu a indústria de Telecomunicações.
Clique aqui para ver outras edições

Celulares terão que indicar taxa de radiação emitida

Ao revisar o regulamento que trata da exposição eletromagnética, Anatel prevê 120 dias para que os equipamentos vendidos tragam a informação nas caixas ou manuais.

TV paga: pirataria tem mais 'assinantes' que a Netflix no Brasil

Consultoria Business Bureau diz que a OTT possui 18% do mercado de assinatura de streaming de vídeo. A Globo Play fica na segunda posição, mas com apenas 4%. Pirataria no Brasil fica bem acima da média da América Latina.

Justiça mantém Pharol e Nelson Tanure fora da Oi até aporte de capital

Juiz Fernando Viana, da 7ªVara Empresarial do Rio de Janeiro, manteve a suspensão dos direitos políticos dos conselheiros e diretores da Oi ligados aos grupos.

GSMA: Parceria em conteúdo é melhor para teles que produção própria

Apesar de iniciativas em investir nesse campo, estudo da associação destaca que licenciamento de conteúdo é caminho mais realista para teles.



Painel Telebrasil 2017 - Cobertura Especial ConvergênciaDigital


Clique aqui e acompanhe a cobertura completa do Painel Telebrasil 2017

  • Copyright © 2005-2018 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G