NEGÓCIOS

Qualcomm troca presidente do conselho e tenta evitar venda para Broadcomm

Convergência Digital* ... 09/03/2018 ... Convergência Digital

A Broadcom prometeu não vender a estrangeiros ativos críticos para a segurança nacional se seu acordo de aquisição da fabricante de chips Qualcomm for aprovado, em mais um esforço da empresa com sede em Cingapura para abrandar as preocupações de segurança dos Estados Unidos.

Separadamente, a Qualcomm disse que descontinuou o papel de presidente-executivo do conselho e nomeou um novo presidente não executivo do conselho, conforme busca favorecer os acionistas antes de uma disputa com a Broadcom agora esperada para 5/4.

A oferta da Broadcom de US$ 117 bilhões (cerca de R$ 370 bilhões) pela Qualcomm tornou-se uma complexa disputa sobre aprovações regulatórias, gerou questionamentos de segurança sobre a influência da China nas redes globais de celular e a melhor forma de financiamento futuro para as maiores fabricantes de chips do mundo.

Em uma carta aberta ao Congresso dos EUA, a Broadcom prometeu investir US$ 3 bilhões em pesquisa e engenharia e US$ 6 bilhões em manufatura nos Estados Unidos anualmente, sem informar a comparação com os atuais gastos das duas empresas.

A reunião anual de acionistas da Qualcomm foi adiada em um mês, para 5/4, depois que o Comitê de Investimento Estrangeiro nos Estados Unidos ordenou esta semana uma revisão de segurança nacional sobre a aquisição. O governo dos EUA levantou preocupações de que empresas chinesas, incluindo a grande fabricante de rede de equipamentos e celulares Huawei Technologies, vão aproveitar qualquer oportunidade aberta para liderar a próxima geração de redes de celulares conhecida como 5G.

* Da Reuters


Cloud Computing
Governo desiste de multinuvem, mas mantém modelo de broker em licitação

Experiência também serve para validar medição de serviços em nova forma de contratação. Expectativa é de que o pregão aconteça até o início de julho. Criação de uma nuvem própria do governo não está descartada,  mas essa ficaria por conta do Serpro, Dataprev ou outra empresa do Governo.

3º Seminário Brasscom de Políticas Públicas & Negócios 2018 - Cobertura Especial Convergência Digital
Brasscom lança manifesto para construir um Brasil Digital e Conectado

Entidade quer a colaboração da sociedade e de entidades de TI ou não para entregar um documento aos presidenciáveis. "Tecnologia precisa ser prioridade nacional", diz o presidente-executivo da Brasscom, Sergio Paulo Gallindo.


Veja a cobertura da 3º Seminário Brasscom de Políticas Públicas & Negócios 2018

Bitcoin deve ser declarado no IR, alerta tributarista

Segundo o Advogado, Carmine Gianfrancesco, do escritório Gianfrancesco & Mazzo Advogados - especializado em Direito Tributário Empresarial com prestação de serviços de contencioso tributário - a criptomoeda é um ativo aos olhos da Receita Federal.

CADE investiga se cartel de componentes de disco rígido agiu no Brasil

Cinco empresas e trinta e oito pessoas físicas teriam participado do conluio que, entre outras coisas, combinaram preços em respostas a pedidos de cotação de clientes.

Plantronics compra Polycom por R$ 6,5 bilhões

Aquisição terá consolidação de negócios no Brasil, em especial, na área de videconferência, uma vez que as duas companhias atuam no mercado nacional.

São Paulo sedia primeiro hub da IBM dedicado à blockchain na América Latina

Investimento na tecnologia, que deverá crescer 127% nos próximos três anos, é estimado em R$ 18 milhões até 2020. Unidade será ativada no 2º semestre.

TICs em Foco - TRANSFORMAÇÃO DIGITAL
Prever. Prevenir. Detectar e Responder

Essas são a exigência da remodelagem da gestão de riscos e da segurança organizacional nas corporações.



  • Copyright © 2005-2018 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G