Home - Convergência Digital

Broadcom vai se mudar para os EUA para comprar a Qualcomm. Intel entra na disputa

Convergência Digital - Carreira
Convergência Digital* - 12/03/2018

Sediada em Cingapura, a Broadcom anunciou que vai transferir sua sede para os Estados Unidos, em novo movimento para aplacar autoridades americanas na tentativa de comprar a fabricante de chips Qualcomm. A mudança de domicílio será em 3 de abril, dois dias antes da reunião anual de acionistas da Qualcomm que pode decidir sobre a oferta hostil. 

A oferta, até aqui de US$ 117 bilhões (cerca de R$ 375 bilhões), está sendo revista pelo Comitê de Investimentos Estrangeiros dos EUA, sob alegação de questões de segurança. Por isso, a Broadcom também já tinha anunciado que não venderá tecnologia sensível. A mudança de domicílio tem como efeito provável o fim da jurisdição desse comitê sobre a negociação. 

Foi esse comitê de investimentos estrangeiros, que é liderado pela Secretaria do Tesouro dos EUA – órgão com atribuições similares ao Ministério da Fazenda no Brasil – quem provocou o adiamento da reunião anual dos acionistas da Qualcomm para 5 de abril. Entre as propostas de votação nessa assembleia está as seis indicações da Broadcom para compor o conselho de 11 membros da Qualcomm. 

Briga nova

A gigante americana dos semicondutores Intel está atenta às tratativas da Broadcom para comprar a Qualcomm e planeja fazer seu próprio lance pela empresa de Cingapura caso tenha sucesso em adquirir a desenvolvedora americana de chips. 

Ao citar fontes anônimas com conhecimento do assunto, o Wall Street Journal reporta que a Intel vê nessa negociação consequências diretas para seu próprio negócio e estaria interessada em comprar a resultante dessa fusão. A Broadcom está oferecendo US$ 117 bilhões (cerca de R$ 375 bilhões) pela Qualcomm e tem ela mesma valor de mercado estimado em US$ 104 bilhões.

* Com informações da Reuters

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

25/06/2018
SMART investe R$ 700 milhões para aumentar fabricação local de componentes

13/03/2018
5G é argumento para Trump vetar compra da Qualcomm pela Broadcom

12/03/2018
Broadcom vai se mudar para os EUA para comprar a Qualcomm. Intel entra na disputa

09/03/2018
Qualcomm troca presidente do conselho e tenta evitar venda para Broadcomm

22/02/2018
BRPhotonics fecha as portas e desmorona sonho nacional de indústria de componentes

25/10/2017
Déficit de eletrônicos cresce 20% e chega a US$ 17,4 bilhões até setembro

11/04/2017
Qualcomm reage à Apple e acusa rival de falsas declarações

10/04/2017
Foxconn oferece até R$ 85 bilhões para ficar com Toshiba

01/08/2016
BrPhotonics se capitaliza para ficar no seleto grupo produtor de chips ópticos

21/08/2015
Brasil entra no seleto time produtor de chip para comunicação óptica

Destaques
Destaques

4G já alcança metade dos celulares no Brasil

No fim do primeiro semestre de 2018, país contava com 118 milhões de chips de quarta geração.

Banda larga móvel: América Latina cobra até três vezes mais pelo espectro

"Políticas de espectro que aumentam os preços e concentram-se em ganhos de curto prazo são incompatíveis com a economia digital", adverte o diretor da GSMA, Sebastián Cabello.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV
Veja mais artigos
Veja mais artigos

A IA vai virar a economia de "cabeça para baixo" como um tsunami!

Por: Eduardo Prado *

O impacto só não vai ser mais ser mais rápido nas economias dos países por causa da falta de mão de obra de Inteligência Artificial por conta da carência de especialistas como cientistas de dados.


Copyright © 2005-2016 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site