GESTÃO

Economia digital: Governo tem de impedir a digitalização da burocracia

Luís Osvaldo Grossmann e Pedro Costa ... 19/03/2018 ... Convergência Digital

O levantamento do governo federal de que 85 instituições públicas oferecem 1.740 serviços deve ser visto como oportunidade de que sejam descartados vários. É o que alerta o consultor Antonio Marcos Umbelino Lôbo, do instituto Desburocratizar.

“Temos que pensar em desburocratização antes de digitalização. Não podemos confundir os dois conceitos. Antes de digitalizar qualquer serviço tem que perguntar que beneficio traz para a nossa sociedade. Se ele não traz benefício, não serve para nada, a gente elimina e não digitaliza. Tem um risco enorme de a gente digitalizar a burocracia.”

Ao participar do debate sobre a digitalização dos serviços públicos durante o 3º Seminário Brasscom Políticas Públicas & Negócios, o consultor lembrou que o número grande traz exigências de documentos que o próprio Estado já possui, coisa já desnecessária e dispensada pela legislação.

“Tem que pegar um a um e avaliar se serve para alguma coisa. Tenho receio de que 1740 serviços sejam muita coisa. Acho que aí tem serviços e fornecimento de documentos que são exigidos pela própria administração. Então já é uma oportunidade de resolver.” Assistam a entrevista com o consultor Antonio Umbelino Lôbo.


Haroldo: o robô especialista em defesa do consumidor

Empresa responsável diz que ferramenta é uma alternativa privada para a solução de conflitos que envolvem milhares de usuários lesados.

EFD-Reinf: A “irmã” do eSocial que a sua empresa precisa prestar a atenção

Assim como o eSocial, o módulo do SPED vai substituir obrigações impostas aos contribuintes e empregadores, entre elas, a DIRF – Imposto de Renda Retido na Fonte e a GFIP – Informações à Previdência Social.

Pagar imposto tem de ser menos complicado no Brasil

O governo digital é medida estratégica de desburocratização do governo, afirma o secretário executivo da Casa Civil, Daniel Siegelmann.

Dataprev diz que seu maior ativo são os mais de 26 bilhões de dados civis

Estatal quer se posicionar como fornecedora de serviços digitais e já contabiliza 7,5 milhões de registros ativos na sua plataforma. 

eSocial: nova fase, novas regras, novo leiaute

Os grandes empregadores deverão enviar os dados de seus trabalhadores – também conhecidos como eventos não periódicos – nos prazos definidos no Manual de Orientação do eSocial (MOS).



  • Copyright © 2005-2018 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G