Home - Convergência Digital

Brasil criou estereótipos sobre quem é o profissional da computação

Convergência Digital - Carreira
Ana Paula Lobo e Pedro Costa - 21/03/2018

Há muitos estereótipos sobre quem é o profissional de computação e isso afasta os jovens da carreira, observa o presidente da Sociedade Brasileira da Computação, Lizandro Granville. Segundo ele, antes o profissional de TI era aquele que ficava trancado numa sala cercado de máquinas. Hoje, ele é aquele que desenvolve aplicativos.

“Na verdade, isso certamente não é a computação e o jovem fica sem saber direito como agir", salientou em entrevista à CDTV, do portal Convergência Digital, durante o 3º Seminário Brasscom de Políticas Públicas & Negócios, realizado em Brasília, nos dias 14 e 15 de março.

A adequação dos cursos de graduação às novas tecnologias, pondera ainda Granville, é feita de forma lenta. Segundo ele, na pós-graduação, as novas ofertas ligadas à Inteligência Artificial, Big Data, Ciências de Dados já é uma realidade. Nos cursos de graduação essa adaptação curricular é bem mais demorada. "Essas tecnologias criam fundamentos aos cursos tradicionais", observa.

A SBC se mantém contrária à regulamentação da profissão, se ela ficar condicionada à criação de Conselhos profissionais. "Não acreditamos no cerceamento à profissional. O especialista em computação é cada vez mais multidisciplinar", reforça Lizandro Granville. Assistam a entrevista.

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

07/03/2019
5G vai gerar 15 milhões de novos empregos até 2025

09/01/2019
MCTIC quer destravar acordo Telebras/Viasat por banda larga em 100 dias

12/12/2018
"Nem no século 25 um robô vai tirar o lugar do homem na produção da cultura"

16/11/2018
CPFL: É preciso predisposição para se ter um consenso no uso dos postes

16/11/2018
Burocracia em excesso trava expansão de redes de fibra óptica

14/11/2018
Swap de fibras é mandatório para levar banda larga em regiões desassistidas

13/11/2018
Economia digital exige o fim do conflito Academia x Empresas

09/11/2018
Faltam desenvolvedores para criar software no Brasil

08/11/2018
Brasil precisa quebrar barreiras para ter um governo único digital

29/10/2018
Pessoas são a bala de prata da transformação digital

Veja mais artigos
Veja mais artigos

O futuro do trabalho colocado à prova

Por Luiz Camargo*

Novas profissões exigem também novas habilidades para acompanhar a revolução digital. Os novos empregos certamente irão demandar habilidades analíticas, matemáticas e digitais, com um toque de neurociência.

Destaques
Destaques

STF anula decisão do TST e reforça valor legal da terceirização

Decisão aconteceu em uma ação de uma atendente contratada pela Contax, prestadora de serviços de call center, para atuar como terceirizada na Telemar Norte Leste.

Mais de 60% dos brasileiros estão infelizes, mas têm medo de mudar de emprego

Estudo da Brands2Life, com o LinkedIn, traz um dado assustador: 80% dos brasileiros não se candidata para a vaga de trabalho que gostaria. Cerca de um terço dos profissionais deixa de se candidatar a uma nova vaga por falta de confiança na sua própria capacidade.

Serviços de TI e de Telecom podem ser 100% terceirizados no Governo Federal

Também foi incluída na lista divulgada pelo governo Federal o serviço de teleatendimento. Decisão está publicada na portaria 443/2018.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV

Copyright © 2005-2015 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site