Home - Convergência Digital

Airbnb é o próximo serviço digital a pagar imposto no Brasil

Convergência Digital - Carreira
Convergência Digital - 21/03/2018

O relator da Comissão Especial do Marco Regulatório da Economia Colaborativa, deputado Thiago Peixoto (PSD-GO), disse nesta quarta-feira, 21/03,  ser favorável à tributação municipal dos aplicativos de aluguel por temporada, mas defendeu também uma redução da carga sobre os hotéis.

Ele afirmou em audiência pública da comissão que a regulação não pode inviabilizar os aplicativos. "Nós temos que regulamentar com a cabeça voltada para a economia digital; não podemos ter a lei como escudo para que novos mercados apareçam e cresçam."

A representante do Airbnb, Flávia Matos, pontuou que a empresa é favorável à uma adequação da legislação à nova realidade das plataformas online. Mas ela lembrou que os anfitriões dos aplicativos já pagam o Imposto de Renda sobre os aluguéis obtidos. Flávia contou que o Airbnb supre e até mesmo cria demanda no setor de turismo. Ela citou o exemplo das Olimpíadas do Rio de 2016.

"Não tinha mais disponibilidade no Rio de Janeiro e nós conseguimos acomodar 85 mil pessoas a uma diária de 60 dólares. R$ 100 milhões foram direto para o bolso dos anfitriões em duas semanas. E é importante dizer que 97% do valor estabelecido pelo anfitrião fica com ele."

O presidente da Associação Brasileira das Indústrias de Hotéis, Manoel Linhares, reclamou que os aplicativos não têm o controle sobre os hóspedes que eles precisam ter. Larissa Peixoto, do Ministério do Turismo, defendeu a regulamentação do aplicativos e lembrou que outros tipos de serviços na internet, como o Spotify e a Netflix, também foram tributados de maneira diferenciada recentemente.

A Comissão Especial do Marco Regulatório da Economia Colaborativa ainda deve fazer mais duas audiências públicas sobre o setor antes de o relator, Thiago Peixoto, apresentar seu parecer.

*Com informações da Agência Cãmara

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

18/05/2018
MEI: Não erre na sua declaração à Receita Federal

08/05/2018
Entidades de TICs assinam manifesto contra reforma do PIS/Cofins

07/05/2018
EFD-Reinf é obrigatória para empresas com faturamento superior a R$ 78 milhões

18/04/2018
As mudanças do Simples Nacional 2018 e o futuro das PMEs

11/04/2018
EFD-Reinf: entenda os prazos de entrega e os impactos nos ERPs

02/04/2018
EFD-Reinf: A “irmã” do eSocial que a sua empresa precisa prestar a atenção

26/03/2018
PGR defende no STF que ICMS sobre software é legal

22/03/2018
Câmara aprova urgência para votar a reoneração da folha de pagamento

21/03/2018
Airbnb é o próximo serviço digital a pagar imposto no Brasil

21/03/2018
Europa propõe imposto para internet e mira em R$ 20 bilhões por ano

Destaques
Destaques

Brasileiro cada vez mais assiste TV conectado à Internet

Pesquisa mostra que 46% dos entrevistados disseram que 'sempre' navegam na Rede enquanto assistem televisão. O smartphone é o dispositivo mais usado para navegar na Internet.

Celular é o meio mais usado para as transações bancárias

Pesquisa Febraban mostra que no mobile banking, as transações pularam de 18,6 bilhões para 25,6 bilhões, um incremento de quase 40%. Já as feitas pela Internet registraram pequeno crescimento passando de 15,5 bilhões para 15,8 bilhões em 2017.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV
Veja mais artigos
Veja mais artigos

A grande oportunidade da IA no negócio do carro conectado

Por: Eduardo Prado *

Os dados do seu carro vão valer ouro e não falta muito para isso, antecipa o consultor Eduardo Prado, em artigo exclusivo ao portal Convergência Digital.


Copyright © 2005-2016 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site