GESTÃO

TCU manda Serpro e Dataprev mudarem planos de negócio

Luiz Queiroz ... 22/03/2018 ... Convergência Digital

O Tribunal de Contas da União avaliou nesta quarta-feira, 21/03, os modelos de negócios do Serpro e da Dataprev. Na parte que foi apresentada pelo ministro e relator, Vital do Rêgo, as empresas terão que mostrar maior eficiência na identificação dos custos, para formação de preços de serviços que garantam economicidade ao contratante.

Em linhas gerais, Vital do Rêgo indicou a necessidade das estatais mudarem seus modelos de negócio nos seguintes quesitos, levando em conta a parte do relatório que ele apresentou em plenário:

1 - As empresas devem verificar as causas dos baixos índices de eficiência operacional nos processos de desenvolvimento de sistemas.

2 - As empresas terão 180 dias para apresentar aos órgãos públicos a proposta comercial e os demonstrativos de formação de preços de cada serviço e do sistema objeto da proposta, para que se possa aferir quantidades e custo.

3 - Recomenda à Dataprev e ao Serpro que reavaliem seus modelos de negócio de desenvolvimento de sistemas para torná-los competitivos no mercado, promovendo, se possível a redução de preços, que garantam economicidade às contratantes.

A CDTV, do portal Convergência Digital, registra a apresentação do relatório pelo ministro Vital do Rêgo.


Carreira
Sem acordo entre patrões e empregados de TI em São Paulo

De acordo com os trabalhadores, os patrões querem propor dissídio coletivo de natureza econômica, mas só podem estabelecer dissídio de greve, o que não se apresenta na negociação. O TRT não agendou uma nova audiência entre as partes.

EFD-Reinf é obrigatória para empresas com faturamento superior a R$ 78 milhões

Receita Federal ressalta que todos os contribuintes obrigados ao eSocial a partir de janeiro/2018 também estão obrigados à EFD-Reinf.

Anatel reduz orçamento para 2019

Segundo o presidente da agência, Juarez Quadros, valor proposto para custeio ficou abaixo dos R$ 200 milhões. Em 2018, sem contar despesas de pessoal, orçamento foi de R$ 205 milhões.

SAP e Oracle não decolam nas médias empresas. TOTVS não avança nas grandes

Inteligência analítica - resultado das aplicações de BI e de BA - é responsável por boa parte do lucro dos principais fabricantes de software no Brasil. Em ERP, Totvs, SAP e Oracle dominam o mercado com 81%. Em IA, IBM e Microsoft aparecem no top 5, mas bem atrás das rivais.

Linux segue 'engolido' pelo Windows. Cobol sustenta mercado entre programadores

Open source estagnou em 16% nos sistemas operacionais de servidores e o Windows cresceu para 75%. Nas linguagens de programação, o VB.Net é líder e aparece bem à frente da Java. Em banco de dados, a Microsoft 'surra' a Oracle nos usuários finais, mas rival vira o jogo nas empresas.

EFD-Reinf: entenda os prazos de entrega e os impactos nos ERPs

O envio das informações ao Reinf é de cunho obrigatório e deve ser feito por empresas jurídicas, mesmo imunes e isentas, que sejam responsáveis pela retenção de impostos.



  • Copyright © 2005-2018 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G