TELECOM

Telefonia móvel perde 574 mil linhas em fevereiro com 'limpeza' do pré-pago

Ana Paula Lobo* ... 29/03/2018 ... Convergência Digital

A estratégia das operadoras móveis de incentivar a migração dos usuários para os serviços 3G e 4G e ao consumo de dados segue mudando o mercado nacional de telefonia móvel. O pré-pago perde espaço a cada mês, apesar de ainda ser a grande base. O pós-pago ganha fôlego, principalmente, com a adesão do brasileiro ao 4G. A TIM foi a operadora que mais perdeu linhas em 2017. Essa é a avaliação dos dados divulgados nesta quinta-feira, 29/03, pela Agência Nacional de Telecomunicações.

A Anatel registrou um total de 235.655.505 linhas móveis em fevereiro. Em relação ao mês anterior, janeiro de 2018, o serviço móvel pessoal apresentou uma queda de linhas 574.379 mil (-0,24%). Em comparação ao ano passado, fevereiro de 2017, houve uma redução de -7.263.466 linhas de telefonia móvel (-2,99 %). Os dados foram divulgados nesta quinta-feira, 29/03.

Do total de linhas móveis do país, 146.041.021 são pré-pagas e 89.614.484 são pós-pagas. No mês de fevereiro, quando comparado ao mês anterior, as linhas móveis pré-pagas apresentaram queda de 1.402.445 unidades (-0,95 %) e as pós-pagas crescimento de 828.066 (+0,93%). Em 12 meses, o pré-pago registrou diminuição de -16.767.728 linhas (-10,30%) e o pós-pago aumento de 9.504.262 linhas (+11,86%).

Em fevereiro, de acordo com a Anatel, as empresas com maiores quantitativos de linhas móveis foram: Vivo (74.896.701), Claro (58.726.546), Tim (58.006.380) e Oi (38.900.114). Em relaçao a janeiro, as prestadoras Algar, Oi, Sercomtel, Claro e TIM apresentaram redução. Já as empresas Datora, Nextel, Porto Seguro e Vivo registraram crescimento.

Nos últimos 12 meses, entre os grupos, em termos percentuais, apresentaram redução: Oi com -3.127.726 (-7,44%), TIM com -4.125.852 (-6,64%), Sercomtel com -4.223 (-5,89%), Algar 37.625 (-2,80%) e  Claro com -1.489.872 (-2,47%). E apresentaram aumento: a Datora com +115.230 linhas móveis (+111,28 %), a Porto Seguro com +139.539 linhas (+ 29,30 %), a Nextel com +248.009 (+9,44%) e a Telefônica (Vivo) com mais 984.130 linhas (+1,33%). 

Tecnologias

Na comparação com janeiro de 2018, foi registrado crescimento das linhas 4G de 2.072.500 unidades (+ 1,96 %), em fevereiro, e também houve aumento da tecnologia utilizada em aplicaçõ es Machine to Machine (M2M), como telealarmes, automação residencial e rastreamento de automóveis,  com mais 277.233 linhas.

As outras tecnologias: CDMA (2G), GSM (2G), Dados banda larga (3G) e WCDMA (3G) apresentaram redução.Na comparação de 12 meses, as linhas 4G (LTE) apresentaram crescimento de 40.963.592 unidades (+61,50%) e também houve ampliação da tecnologia M2M, com aumento de 2.685.632 linhas. 

Estados

Na comparação com o mês anterior, seis estados da Região Norte apresentaram crescimento no número de linhas móveis em fevereiro: Amazonas, Amapá, Maranhão, Roraima, Santa Catarina e São Paulo. Os demais estados registraram queda.

Em 12 meses, três estados apresentaram crescimento nas linhas móveis: São Paulo com adição de 232.965 linhas (+0,38 %), Amazonas com aumento de 32.233 linhas (+0,93%), e Roraima com acréscimo de 7.148 linhas (+1,49%). Os demais apresentaram redução.

*Com informações da Anatel


Internet Móvel 3G 4G
Trump usa Twitter para atacar Europa por multa recorde ao Gogle

“Eu te avisei! A União Europeia acabou de aplicar uma multa de 5 bilhões de dólares em uma de nossas grandes empresas, o Google. Eles realmente estão se aproveitando dos EUA, mas não por muito tempo”,disparou o presidente dos EUA.

Anatel aprova novo regulamento para preço público de radiofrequências

Principal novidade é a possibilidade de a agência exigir compromissos de investimento como parte do valor da renovação do direito de uso do espectro.

Segurança faz Anatel antecipar bloqueio de celulares no Rio de Janeiro

Os aparelhos irregulares vão ser bloqueados a partir de 08 de dezembro, a pedido do Gabinete de Intervenção Federal no Estado. O bloqueio está implementado no Distrito Federal e no Estado de Goiás.

Disputa entre fornecedores faz Cemig Telecom adiar leilão para o dia 8 de agosto

Preço mínimo para o lote 1, que envolve a rede de banda larga nos estados de Minas Gerais, São Paulo e Rio de Janeiro foi estipulado em R$ 332 milhões.  Já manifestaram interesse público, a TIM e a Claro.

TV paga: Modelo não muda e sangria de assinantes já dura três anos e meio

Depois de um período de expansão, em 2014, com a entrada das teles no segmento, o setor encerrou o mês de maio com 17,8 milhões de assinantes, o que significa a perda de 10% da base de usuários. Claro/NET concentram 50% do mercado.

Anatel rejeita pedidos de Société e Pharol para mudanças no conselho da Oi

Seguem válidos, portanto, os nomes indicados a partir da aprovação do Plano de Recuperação Judicial, em dezembro, que constituem o Conselho de Administração Transitório da supertele.

Telefónica conduz projeto de transformação digital da Avianca

O acerto terá validade de cinco anos e inclui serviços de voz tradicional, conectividade de dados, apoio de infraestrutura (LAN/WLAN/Centro de cabos), segurança digital e soluções de redes definidas por software (SDN).


Veja a revista do 61º Painel Telebrasil 2017
Revista do 61º Painel Telebrasil 2017
A edição de 2017 do Painel Telebrasil enfatizou a necessidade de atualização do modelo de telecomunicações e a definição de uma agenda digital para o País.

Painel Telebrasil 2017 - Cobertura Especial ConvergênciaDigital


Clique aqui e acompanhe a cobertura completa do Painel Telebrasil 2017

  • Copyright © 2005-2018 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G