INTERNET

Facebook: "Não somos um risco à competitividade no setor de Tecnologia"

Convergência Digital ... 11/04/2018 ... Convergência Digital

Em um depoimento de quase cinco horas, o presidente-executivo do Facebook, Mark Zuckerberg, respondeu as perguntas de deputados na Câmara dos Estados Unidos nesta quarta-feira, 11. Nesta terça-feira, 10, o executivo passou por uma sabatina no Senado. Os deputados foram bem mais ácidos do que os senadores. No depoimento, Zuckerberg afirmou que o Facebook está estudando entrar com processos judiciais contra a Cambridge Analytica e Alexander Kogan, o desenvolvedor que criou o teste usado para coletar informações de usuários da rede social.

Mas a decisão não sensibilizou aos deputados. Uma das mais críticas à atuação da rede social, a parlamentar Anna Eshoo, foi taxativa: “Eu acredito que o dano à nossa democracia causado pelo Facebook e sua plataforma é incalculável”. Eshoo fez duros questionamentos sobre a postura da empresa ao lidar com a exploração das informações de usuários pela Cambridge Analytica. Em resposta a uma das perguntas, Zuckerberg, pela primeira vez, chegou a afirmar que ele mesmo também teve seus dados pessoais vendidos à Cambridge Analytica.

Zuckerberg voltou a demonstrar que o Facebook está disposto a discutir uma regulamentação de empresas que lidam com grandes bases de dados. “Minha posição não é a de que não deve haver regulação, mas de que forma ela vai ser aplicada.” Ele, no entanto, não respondeu se é favorável ou não à lei europeia de proteção de dados pessoais. "Eu preciso pensar sobre isso", completou.

O presidente da comissão, Greg Walden, questionou se, ao expandir sua atuação para áreas tão diversas como a transmissão de eventos esportivos e transferência de dinheiro, o Facebook havia se tornado uma companhia de mídia e de serviços financeiros. Zuckerberg ressaltou ainda que a atuação do Facebook não é um risco à competitividade no setor de tecnologia e um impeditivo ao surgimentos de novas empresas. “O americano médio usa oito apps diferentes para se comunicar”, afirmou aos parlamentares. Mas é bom lembrar que o Facebook é dono também do Messenger, do Instagram e do WhatsApp, ou seja, de metade dos apps usados pelos norte-americanos para se comunicarem.

*Com informações do portal G1 e de agências de notícias


TSE vai enviar intimações pelo WhatsApp e Facebook nas eleições 2018

Pelas plataformas serão encaminhadas intimações, notificações, citações ou pedidos para a tomada de providências que atendam ordens da Justiça Eleitoral. O serviço funcionará até a diplomação dos candidatos eleitos em 2018, que ocorrerá até o dia 19 de dezembro.

MP do Distrito Federal abre investigação contra YouTube, do Google

Foi instaurado um inquérito civil público para investigar a forma como a rede social trata os dados pessoais de crianças brasileiras. A investigação é conduzida pela Comissão de Proteção dos Dados Pessoais.

Senado divulga a versão final do PL de Dados Pessoais

Texto foi encaminhado à sanção presidencial e tem 30 dias para ser sancionado. Se passar sem vetos, a legislação entra em vigor, um ano e meio de pois da sua publicação no Diário Oficial da União. Acesse a íntegra do documento.

Facebook recebe multa máxima, mas baixa, por violar dados dos cidadãos da Inglaterra

Mas montante aplicado - cerca de US$ 650 mil - não é relevante para os cofres da rede social que, hoje, tem valor estimado em 590 bilhões de dólares. Para o órgão regulador britânico faltou transparência ao Facebook.

MP do Distrito Federal investiga venda ilegal de dados pessoais

Google, Yahoo, Baidu e Bing foram notificados para removerem o site 'Tudo sobre Todos' dos seus resultados de busca para conter a prática ilegal de venda de informações. O Mercado Livre foi notificado para suspender a conta pela qual são vendidos os créditos de acesso ao serviço.

Revista Abranet 24 . maio-junho-julho 2018
Veja a Revista Abranet nº 23 A Convenção Abranet 2018 reuniu, na Bahia, cerca de cem empresas de internet. As discussões foram além do dia a dia e abordaram aspectos como planejamento, inovação e estratégia.
Clique aqui para ver outras edições

Acompanhe a Cobertura Especial do II Congresso Brasileiro de Internet - Abranet

Empresas da Internet pedem mais segurança jurídica

“O Marco Civil da Internet trouxe base sólida para criar parâmetros para se ter lei mínima para a Internet seguir avançando, mas, infelizmente, vemos varias iniciativas tentando modifica-lo", afirmou o presidente da Abranet, Eduardo Parajo.

Acompanhe a Cobertura Especial do II Congresso Brasileiro de Internet

  • Copyright © 2005-2018 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G