Home - Convergência Digital

TRT/SP concede 30 dias para que patrões e empregados de TI encerrem impasse

Convergência Digital - Carreira
Ana Paula Lobo* - 17/04/2018

Durante audiência de conciliação realizada na tarde desta terça-feira, 17/04, em São Paulo, na sede do Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região, Sindpd e Seprosp concordaram - com solicitação deferida pelo desembargador Carlos Roberto Husek - em estabelecer uma nova possibilidade de acordo da CCT 2018 num prazo de 30 dias.

Durante a primeira rodada de negociação da Convenção Coletiva 2018, que aconteceu em 10 de janeiro, Sindpd e Seprosp decidiram, em comum acordo, que a data-base da categoria será mantida em 1º de janeiro e as cláusulas da CCT 2017 continuam válidas e devem ser respeitadas até que a nova Convenção Coletiva seja assinada, conforme a Ata divulgada no site. Esta decisão permanece em sua total validade.

Em nota, o Sindpd diz que está "pronto para agir em casos de descumprimento da CCT da categoria e reitera aos trabalhadores de TI de todo o estado de São Paulo que o Sindicato está à disposição para receber todo e qualquer tipo de denúncia sobre a retirada dos direitos da categoria, como a recusa por parte das empresas em fazer as homologação das rescisões no Sindpd; as tentativas de acordos individuais; e a pressão ou demissão para a substituição de trabalhadores celetistas para sistemas precários e fraudulentos de trabalho - como o intermitente, autônomo e PJ."

O sindicato dos Trabalhadores também está aberto para as empresas que estejam dispostas a iniciar processos de negociação coletiva.Os patrões fecharam as negociações da campanha salarial de TI 2018 oferecendo um reajuste de 2,07%. Também reivindicaram - e tiveram pedido negado pelos trabalhadores - para inserir na CCT da categoria, artigos que permitam às empresas ter liberdade de negociar diretamente com os trabalhadores questões referentes à jornada de trabalho, como trabalho aos domingos e feriados, ponto por exceção, jornada flexível e 12x36 horas.

Já em relação às viagens a serviço, a comissão patronal propôs - e também não foi aceito pelos trabalhadores- que o tempo gasto no trajeto das viagens não conte como  tempo de trabalho.Sobre o auxílio-alimentação, os empresários mantiveram a proposta de R$ 18, com os "descontos legais" aplicados.

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

17/05/2018
Sem acordo entre patrões e empregados de TI em São Paulo

16/05/2018
TRT agenda 2ª audiência de conciliação entre patrões e empregados de TI em São Paulo

23/04/2018
Em Ribeirão Preto, Justiça ordena Coderp a fazer rescisões de contrato de trabalhao no sindicato dos trabalhadores de TI

17/04/2018
TRT/SP concede 30 dias para que patrões e empregados de TI encerrem impasse

11/04/2018
TRT faz audiência de dissídio coletivo dos trabalhadores de TI de São Paulo no dia 17

03/04/2018
Sem acordo, campanha salarial 2018 de TI em São Paulo vai à dissídio coletivo

14/03/2018
Falta de acordo suspende negociação da campanha salarial de TI em São Paulo

09/03/2018
Campanha Salarial 2018 de TI segue sem acordo entre patrões e empregados

01/03/2018
Homologação das demissões acirra clima entre patrões e empregados de TI em São Paulo

28/02/2018
Patrões e empregados de TI em São Paulo retomam negociações da campanha salarial

Veja mais artigos
Veja mais artigos

eSocial desafia a rotina dos Recursos Humanos

Por Juliana Andrade*

Chegou a hora de as empresas tirarem proveito da robotização, especialmente, na análise de cadastros para observar se há ou não alguma informaçaõ que destoe da atualidade. O regime fiscal online exige a reparação dos dados.

Destaques
Destaques

Juízes do Trabalho: Reforma trabalhista só vale depois da sua entrada em vigor

Decisão foi tomada por mais de 700 juízes e desembargadores. Para eles, a Lei 13.467/2017 só deve valer para processos e contratos iniciados após 11 de novembro de 2017, quando a legislação entrou em vigor.

Lei Trabalhista: TST decide que demissão só pode ser homologada no sindicato

Tema é controverso, mas o ministro Alexandre Agra Belmonte decidiu em setença que "se o empregado tiver mais de um ano de serviço, o pedido de demissão somente terá validade se assistido pelo seu sindicato".

Os 10 cargos em alta na TI para 2018

Conhecimento técnico não é mais o diferencial. Habilidades no relacionamento e de liderança estão pesando muito na hora da contratação.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV

Copyright © 2005-2015 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site