TELECOM

Nova fórmula da Anatel reduz o preço da prorrogação de radiofrequências

Luís Osvaldo Grossmann ... 19/04/2018 ... Convergência Digital

A Anatel começou a discutir uma nova fórmula para calcular quando as operadoras devem pagar pela prorrogação do uso de radiofrequências na telefonia móvel. Até aqui, a cada renovação a agência cobra o equivalente a 2% da receita total registrada no ano anterior com o Serviço Móvel Pessoal. Mas a partir de um recurso da Telefônica, avalia como cobrar proporcionalmente.

“Em virtude da impossibilidade da separação da receita por radiofrequências, Anatel sempre defendeu o cálculo sobre a receita total. Mas a segregação se torna possível a partir do aprimoramento dos mecanismos de acompanhamento técnico e financeiro e da metodologia. Hoje isso é possível com o uso dos sistemas de acompanhamento econômico das prestadoras e o de modelo de custos”, defendeu o relator do caso, Leonardo de Morais.

Na letra normativa, “a cláusula prevê o pagamento do ônus correspondente a 2% de sua receita no ano anterior”. A Telefônica diz que este “sua” refere-se a receita específica com as faixas de frequência objeto de prorrogação. Para Morais, esse entendimento encontra suporte tanto nos editais das faixas de frequência como nos termos de prorrogação. Segundo ele, a questão se torna mais relevante à medida que as prestadoras utilizam cada vez mais fatias diferentes do espectro.

Ao reclamar da cobrança sobre as prorrogações das faixas de 850 MHz e 1,8 GHz, a Telefônica chegou a sugerir uma nova metodologia, mas a Anatel descartou e propôs uma outra: “alocar a receita segunda a razão entre a quantidade de espectro (em MHz) correspondente às faixas de radiofrequências renovadas e total de espectro de radiofrequências à disposição da prestadora”.

Ou seja, o valor a ser pago em cada prorrogação será o percentual da receita do SMP a ser obtido pelo percentual do espectro prorrogado dentro do total de frequências detido pela operadora móvel. Se vingar a nova fórmula proposta por Morais, no caso específico dos pleitos da Telefônica a diferença já seria significativa. Em um dos processos a cobrança que seria de R$ 251 milhões cai para R$ 74 milhões. No outro, o preço pela prorrogação que seria de R$ 179 milhões seria reduzido para R$ 84 milhões.

A questão não está decidida. O voto foi apresentado na reunião do Conselho Diretor da Anatel desta quinta, 19/4, mas a discussão foi suspensa por pedido de vista do presidente Juarez Quadros, que destacou que se trata de um tema bastante delicado e que exige a devida atenção.


Em 10 dias, operadoras bloqueiam 1 em cada 344 celulares

Sistema que desabilita aparelhos sem identificação internacional IMEI bloqueou até aqui 37 mil celulares no Distrito Federal e em Goiás, menos de 0,3% do total.

Claro e TIM saem na frente na disputa pelos ativos da Cemig Telecom avaliados em R$ 340 milhões

Empresa promete ter o edital de venda pronto até o final de maio. É uma rara oportunidade para a aquisição de ativos de rede no País.

Operadoras começam a bloquear celulares piratas

Nesta terça-feira, 8/5, os telefones móveis sem IMEI válido habilitados a partir de 22/3 recebem as mensagens de que deixarão de funcionar na quarta-feira, 9/5. Os celulares comprados no exterior, desde que certificados na Anatel, vão continuar funcionando, avisa a agência reguladora.

Anatel volta a negar corte no preço na TV paga por exclusão dos canais Simba

Para agência, saída dos canais da Record, SBT e RedeTV! das grades de empresas de televisão por assinatura não é motivo para intervenção nos valores.

EUA e Brasil lideram fuga de assinantes na TV paga

Estudo com 14 países aponta, no entanto, que em oito deles as empresas estão conseguindo aumentar as receitas apesar da redução na base. O Brasil é um deles.

Telebras nomeia Roberto Pinto Martins para a diretoria

Martins, que já foi da Anatel e dos ministérios de Ciência e Tecnologia e das Comunicações, assume a diretoria técnico operacional.


Veja a revista do 61º Painel Telebrasil 2017
Revista do 61º Painel Telebrasil 2017
A edição de 2017 do Painel Telebrasil enfatizou a necessidade de atualização do modelo de telecomunicações e a definição de uma agenda digital para o País.

Painel Telebrasil 2017 - Cobertura Especial ConvergênciaDigital


Clique aqui e acompanhe a cobertura completa do Painel Telebrasil 2017

  • Copyright © 2005-2018 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G