GESTÃO

SAP e Oracle não decolam nas médias empresas. TOTVS não avança nas grandes

Ana Paula Lobo ... 19/04/2018 ... Convergência Digital

Os mercados de sistemas de gestão (ERP) e de inteligência analítica, resultado da soma de BI com Business Analytics, são dominados no Brasil pelos fabricantes TOTVS, SAP, Oracle, Microsoft e IBM, com a Clik aparecendo, e bem, com 9% do mercado. No mercado de ERP, a TOTVS e os seus sabores (Datasul, Microsiga e RM) é líder com 35% nas médias empresas. A SAP aparece com 31% e a Oracle, que teve queda em 2017, aparece com 15%.

Nas grandes empresas, esse jogo vira. A SAP domina as grandes empresas com 50%. "A SAP tem mais market share no Brasil do que no seu país de origem, a Alemanha", observa o professor Fernando Meirelles, responsável pela 29ª Pesquisa Anual de Administração e Uso de Tecnologia da Informação nas Empresas da FGV/São Paulo, divulgada nesta quinta-feira, 19/04.

Nas empresas com mais de 700 teclados, a TOTVS fica com 20%, ainda à frente da Oracle, que responde por 16%. A Oracle, aliás, caiu nas médias empresas onde aparece com 9% e nas grandes onde ficou com 18%. "A Oracle tem tomado posições que o mercado não está gostando. Ela compra todo mundo e não integra os produtos", observa o professor Fernando Meirelles.

Na parte de Inteligência Analítica, que reúne Business Intelligence e Business Analytics, a SAP aparece à frente da Oracle, com 26% contra 19%. A TOTVS aparece com 16%. O Dynamics da Microsoft desponta com 13% à frente da IBM, com 10%. A novidade é a participação da Qlik nesse cenário. A empresa aparece com 9%.

"Essa empresa apareceu muito bem no último ano com os seus produtos", salienta Meirelles. Em IA, a TOTVS nas grandes empresas patina com 7%. Nas pequenas e médias empresas, a empresa nacional fica com 25% e 16%, respectivamente. "A TOTVS tem um papel muito relevante. Em outros países não há a presença de empresas nacionais nesse ranking", completa o professor da FGV.


Receita orienta sobre como informar mudança de CPF no eSocial

Procedimento é considerado raro, mas para evitar problemas, o Comitê Gestor do novo regime determinou como as empresas devem agir. Medida será válida a a partir de 21 de janeiro de 2019, com a entrada em produção da versão 2.5 do leiaute do eSocial.

Ceará avança com PPPs para ser um hub nacional de TICs

Governo cearense trabalha para atrair datacenters e empresas de TICs, revela o secretário de Planejamento do Ceará, Francisco Queiroz Maia Jr. Em Telecom, secretário reclama da falta de interesse das teles e diz que alvos da política são operadoras competitivas e provedores Internet.

Prati-Donaduzzi investe R$ 3,2 milhões para garantir alta disponibilidade de TI

Maior produtora de medicamentos genéricos do mundo criou uma estrutura que se comunica com o data center atual por meio de dupla conexão mantida por fibra óptica, o que garante a velocidade de tráfego de dados e a produção ininterrupta de seus medicamentos.

eSocial: Nova versão 2.5 do leiaute entra em operação em dezembro

Segundo o Comitê Gestor do novo regime, a nova versão incorpora as notas técnicas de 01 a 09, além de outras melhorias. Ela passa a valer no ambiente de testes a partir de 17 de dezembro e no ambiente de produção a partir de 21 de janeiro de 2019.

eSocial: Fase 2 exige atenção pelo conjunto de eventos

A implementação do eSocial foi dividida em fases e as empresas precisam ficar atentas. Entenda os prazos estabelecidos.




  • Copyright © 2005-2018 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G