GOVERNO

Serpro estuda redução de jornada para cobrir eventual reoneração da folha

Luiz Queiroz ... 20/04/2018 ... Convergência Digital

Os funcionários do Serpro, no Rio de Janeiro, receberam uma má notícia através do boletim "Em Tempo", que circula dentro da empresa. A direção estuda reduzir a jornada de trabalho, com a consequente redução do "custo de pessoal", sob alegação de que não teria como arcar com a reoneração da folha de pagamentos, assunto que está sendo discutido ainda no Congresso Nacional.

A direção assegura que eventual medida somente seria implementada, caso haja a aprovação da reoneração da folha pelo Congresso. Mas garante que está estudando "cenários" e que o corpo funcional vem sendo informado em reuniões. Essa medida seria "um dos estudos", segundo o comunicado.

Os executivos alegam que hoje a folha de pagamentos já alcança 70% da receita líquida da empresa e esta não teria como voltar a assumir um aumento de 20% na tributação, caso o Congresso aprove a reoneração.

Em 2011 o Governo Dilma Roussef decidiu promover a desoneração tributária sobre a folha de pagamentos para todas as empresas de Tecnologia, como forma de estimular a geração de empregos e o crescimento econômico. Na época a desoneração foi festejada pelo setor.

A direção do Serpro diz que até julho decidirá qual dos "cenários" será o mais provável de ser implementado. Curiosamente, nenhum outro, além da redução da jornada de trabalho, foi apresentada e explicada aos funcionários neste comunicado.

"A diretoria esclarece que são apenas estudos e quaisquer mudanças serão implementadas conforme a prática dessa gestão, de forma clara e transparente". Pelo menos lembra que tal decisão ainda precisa ser discutida com a base sindical.


Painel Telebrasil 2019
A 63ª edição do principal encontro institucional de lideranças do setor de telecomunicações e TICs acontecerá entre os dias 21 e 23 de maio de 2019, em Brasília. Saiba mais em paineltelebrasil.org.br
Veja o vídeo

Bolsonaro decide manter Comunicações no MCTIC

Em entrevista coletiva, o presidente eleito, Jair Bolsonaro, confirmou que não vai mexer na atual estrutura. O comando do MCTIC será do astronauta Marcos Pontes.

Cansado de esperar Ucrânia, Brasil extingue Alcântara Cyclone Space por MP

Tratado já tinha sido denunciado pelo Brasil em 2015, diante do fracasso da parceria. Desde então, tenta fazer uma reunião para dissolver a empresa binacional, sem sucesso.

Reforma Trabalhista reduziu número de processos trabalhistas em 17,4%

Segundo balanço de um ano da aprovação das mudanças na CLT, processos que chegaram a varas do trabalho caíram de 2 milhões para 1,6 milhão.

Bolsonaro confirma Marcos Pontes na Ciência e Tecnologia

Embora ainda não tenha definido a estrutura do MCTIC - há rumores que Comunicações irá para o ministério da Economia, presidente eleito define o nome do astronauta. Kassab, apesar de ter apoiado o novo presidente, deixa a pasta.



  • Copyright © 2005-2018 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G