INCLUSÃO DIGITAL

Telebras: ‘Senhas não foram abertas a nenhuma empresa’

Luís Osvaldo Grossmann ... 20/04/2018 ... Convergência Digital

Em resposta a críticas que constam na disputa judicial da manauara Via Direta com a Telebras, a estatal recusa as menções de que teria “aberto senhas” do satélite geoestacionário de defesa e comunicações a empresa estrangeira. “As senhas do SGDC não foram abertas a nenhuma empresa – incluindo a ViaSat”, afirma a Telebras em nota ao Convergência Digital.
Trata-se referencia direta ao que apontou a juíza federal Jaiza Fraxe sobre o pedido de sigilo processual feito pela Telebras por entender que “a própria requerida entregou contrato, senhas e coordenadas do único satélite de defesa estratégica brasileiro à empresa estrangeira”.
Segundo a Telebras, “as chaves criptográficas do satélite (chamadas “senhas do SGDC”) possibilitam que a Telebras e o Ministério da Defesa possam operar e controlar o satélite de forma criptografada. Em outras palavras, é o que ativa e desativa o satélite. Apenas pessoas estratégicas dos dois órgãos têm acesso a estas chaves. E, em nenhuma hipótese, esta informação foi divulgada”.
Na ação, a Telebras alega que a Via Direta faz afirmações “falaciosas” para defender um suposto direito a 15% da capacidade do SGDC. A estatal nega qualquer risco à soberania ou à defesa nacional no acordo com a empresa americana. “A ViaSat foi contratada para instalar as antenas em todo o Brasil”, explica. Daí que as supostas “senhas” seriam informações disponibilizadas a todas as interessadas na capacidade do satélite.
“O único documento enviado à Via Direta se chama ‘Especificações da Banda Base e Terminais de Usuários’. Ele contém as informações da faixa de frequência de operação dos feixes em Banda Ka e as Estações de Acesso do SGDC. Ou seja, documento que toda e qualquer empresa interessada em realizar testes ou instalar equipamentos de banda base necessitam para parametrizar e configurar seus equipamentos. Nada tem a ver com as senhas”, insiste a Telebras, lembrando que “durante o Chamamento Público, ao todo 13 empresas tiveram acesso a esta documentação, mediante assinatura do Termo de Compromisso de Manutenção de Sigilo”.
Finalmente, a Telebras nega que exista compromisso firmado com a Via Direta sobre o uso da banda Ka do SGDC. “A Telebras tem pedido reiteradamente que a Via Direta apresente o contrato que assinou com a Telebras, ou a autorização do investimento, ou uma proposta comercial para os 15% do SGDC dos quais ela alega ter direito. Ainda não tivemos acesso a nenhum destes documentos”.


Carreira
TRT precisa se manifestar sobre dissídio de TI em São Paulo

Depois que o desembargador Rafael Pugliese converteu o procedimento pré-processual de tentativa de conciliação é preciso aguardar manifestação do Tribunal para que o processo tenha continuidade.

Viasat alega que TCU já atestou legalidade do contrato com Telebras

Para empresa americana, agravo contra o acordo movido pela Procuradoria Geral da República é baseado em mal entendidos.

America Net: Programa WiFi Livre SP une risco e oportunidade de negócios

Operadora investirá R$ 20 milhões na iniciativa e aposta que o retorno virá com a exposição da marca junto aos assinantes, revela o vice-presidente, José Luiz Pelosini. America Net vai ter 619 pontos de acesso WiFi gratuito público na capital paulista.

Um terço das casas no Brasil usam antenas parabólicas

Segundo o IBGE, são 23 milhões de domicílios, bem espalhados pelo país. Isso revela o problema que a Anatel terá para mitigar as interferências e liberar a faixa de 3,5GHz para o 5G.

Internet chega a 3 de cada 4 domicílios no Brasil

Nas mãos de 84% dos brasileiros, o celular é o típico aparelho para uso da rede. Mas as conexões fixas já alcançam 73% dos lares do país, conforme dados da PNAD Contínua TIC 2017, do IBGE. Mas quase 30% da população ainda acha que o acesso à Internet é caro.

Viasat: TCU controla viabilidade de acordo com Telebras

Segundo a vice presidente da empresa, Lisa Scapone, a demanda existe e pode ser medida pelo Gesac, mas operação comercial no Brasil depende dos ajustes no contrato para uso do satélite nacional.

Anatel indica que banda larga móvel pode ficar com sobras da TV Digital

“Edital tinha dois objetivos: a transição do sistema de TV digital e o desenvolvimento da banda larga móvel no país”, afirma presidente da agência, Leonardo de Morais. Saldo chega a R$ 877 milhões.



  • Copyright © 2005-2019 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G