GOVERNO » Compras Governamentais

Teles reclamam e governo adia megapregão de telefonia para 367 órgãos

Luís Osvaldo Grossmann ... 25/04/2018 ... Convergência Digital

O governo adiou em quase um mês o megapregão de telefonia fixa e móvel para contratar serviços a 367 órgãos da administração federal. A exemplo da primeira etapa, quando recursos das operadoras já tinham levado a um adiamento, novamente pleitos da Claro e da Telefônica levaram a ajustes no edital.

Como resultado, a sessão pública marcada para esta quarta, 25/4, foi adiada para 17/5. A Telefônica pediu esclarecimentos sobre assinatura básica, responsabilidades em caso de roubo ou furto de aparelhos, gestão online de serviços, por exemplo. Já a Claro pediu a supressão de um dos artigos do edital.

Foi atendida. Uma nova versão do edital da licitação já suprimiu o artigo 9.8.2, que impedia a participação no pregão eletrônico de quem “esteja com o direito de licitar e contratar com qualquer órgão ou entidade gerenciador e participantes suspenso”. O entendimento é de que tal exigência é ilegal.

O pregão para serviços fixos e móveis de telefonia inclui o fornecimento de celulares e modems. O valor estimado para o contrato de 24 meses – que pode ser esticado até 60 – é de R$ 287,26 milhões. Mas existe e expectativa de que a exemplo de compras coletivas anteriores, o desconto no pregão seja significativo.


CDES quer prioridade para proteção de dados e transformação digital

O Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social (CDES) recomendou ao governo que garanta dotação orçamentária adequada e mecanismos de acompanhamento da digitalização do setor público.

Serpro estuda redução de jornada para cobrir eventual reoneração da folha

Informação veio através de comunicado da diretoria da empresa no Rio de Janeiro, que alega que a folha de pagamentos já alcança 70% da receita líquida e não teria como voltar a assumir um aumento de 20% na tributação pela folha.

Big data no Governo Federal levou ao corte de 5 milhões do Bolsa Família

Cruzamento de informações entre diferentes bases de dados pelo Ministério do Desenvolvimento Social é ‘garoto propaganda’ do Govdata, o Big Data do governo federal.

Serpro economiza mais de R$ 300 milhões com isenção de ICMS

Supremo Tribunal Federal dá ganho de causa para a empresa estatal, que vinha sendo cobrada pelo não recolhimento de ICMS pela Secretaria da Fazenda do Distrito Federal. Justiça entendeu que o Serpro presta um serviço público ao fornecer SCM pela Infovia Brasília.

Diretor da Dataprev que propôs demitir mil funcionários pede exoneração

Desafeto político do presidente da estatal, Leandro Magalhães, Júlio César de Araújo Nogueira foi imposto para a diretoria da empresa pelo ex-ministro do Planejamento, Dyogo Henrique de Oliveira, que, agora, segue para a presidência do BNDES.



  • Copyright © 2005-2018 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G