Convergência Digital - Home

Big data: Brasil deve elevar investimento em 25% este ano

Convergência Digital
Da redação* - 03/05/2018

Os presidentes americanos Barack Obama e Donald Trump foram eleitos graças ao big data. As campanhas de ambos os políticos utilizaram dessa estratégia tecnológica para analisar o perfil dos cidadãos em redes sociais e, a partir desses dados, criar um direcionamento mais correto para seus objetivos.

Na Copa de 2014, o resultado de 7 x 1 da Alemanha contra o Brasil, que levou os alemães à vitória no torneio, também teve contribuições do big data: em seus treinamentos, a seleção alemã usava de análise de dados de seus jogadores e adversários, substituindo vídeos e falas da comissão técnica por números.

Os dois cases internacionais foram utilizados por Bruno Russo, integrante da unidade de negócios da Localweb Corp, na abertura do último webinar promovido pela Assespro-SP (Associação das empresas Associação das Empresas Brasileiras de Tecnologia da Informação - Regional de São Paulo), para ilustrar a importância e abrangência do uso do big data, atualmente.

No ambiente empresarial brasileiro, Russo destacou que o investimento nessa tecnologia por parte das empresas nacionais irá aumentar em 25% no ano de 2018, de acordo com pesquisa realizada pelo Gartner no País. “O movimento que as empresas estão fazendo hoje é investir em cada vez menos em infraestrutura e cada vez mais em dados. São empresas com essa postura que oferecem produtos e serviços muito aderentes ao seu público, chegando com sucesso aos seus objetivos”, destaca Russo.

Entre as vantagens do uso do big data, de acordo com o especialista, estão criações de produtos e serviços mais assertivos para o público-alvo, com soluções exclusivas e customizadas tanto para pequenas e médias empresas, como em grandes corporações. Para o projeto dar certo em cada caso, Russo destaca a importância do uso de técnicas e profissionais específicos para análise de dados, com a aplicação de algoritmos corretos.

Outra indicação do especialista é que a execução do big data seja feita em cloud, expandido a capacidade de mobilidade e uso dos dados. Para o sucesso do investimento em big data, o especialista da Localweb Corp sugere que a empresa tenha um centro de excelência dedicado ao assunto, que inclua profissionais de habilidades mistas.


O webinar completo pode ser acessado na página da Assespro-SP.

* Fonte- Assespro-SP.

Facebook Twitter Google+ LinkedIn Email Addthis


Bradesco, Dataprev e Equinix são destaque em datacenter no Brasil
Organizações foram as vitoriosas da edição 2017 do DCD Awards da América Latina. Conheça os destaques da região no segmento de datacenters.

Destaques
Destaques

Vivo já têm seis data centers virtualizados no Brasil

"Todo núcleo de voz já está virtualizado, como o de dados também", informa o diretor de planejamento e de redes da Vivo, Átila Branco.

Google mantém Brasil fora da estratégia de data center na América Latina

Companhia está investindo US$ 140 milhões para triplicar o tamanho do data center no Chile, com a geração de 1200 empregos diretos e indiretos. No Brasil, o regime especial para datacenters não sai do papel, como todas as ações de políticas públicas para TICs.



Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV

Veja mais artigos
Veja mais artigos

Dos ambientes offline à estratégia MultiCloud

Por Fabio Gordon*

É preciso reconhecer a necessidade de mudança, entender que o seu data center de 20 anos não vai mais suportar os negócios digitais. É imprescindível fazer um diagnóstico do seu ambiente de TI e começar a mudar. E rápido, porque é provável que os seus competidores já estejam fazendo isso.

Nuvem é o agora e o futuro da competitividade

Por Artur Hansen*

Em cloud, todo investimento é hermético, organizado de acordo com as justas necessidades de cada empresa.


Copyright © 2005-2016 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site