INCLUSÃO DIGITAL

Hughes vai ofertar banda larga via satélite em mais 1000 cidades no Brasil

Convergência Digital ... 15/05/2018 ... Convergência Digital

A partir do terceiro trimestre deste ano, a Hughes vai aumentar a cobertura da sua rede via satélite em mais 1000 cidades no Brasil. A empresa vai vender o serviço de banda larga nos estados do Amapá, Amazonas e Rondônia. Em comunicado, a Hughes informa que, atualmente, cobre cerca de 4 mil cidades com o serviço HughesNet, com planos com velocidade de acesso de 10 Mbps a 25 Mbps, residenciais ou corporativos. Os planos têm franquia de dados, que varia de 30 GB a 80 GB.

"Lançaremos um satélite agora no meio do ano, que possibilitará a expansão da cobertura para mais mil cidades. A ação faz parte da estratégia de longo prazo da Hughes para a América Latina, pois começamos a operar a internet banda larga via satélite HughesNet na região em 2016, e abrimos uma subsidiária na Colômbia no ano passado", diz Rafael Guimarães, presidente da Hughes no Brasil.

Com a expansão, a HughesNet será capaz de atender até 90% da população de todo o território brasileiro, chegando a cidades distantes dos grandes centros urbanos, onde as grandes operadoras não conseguem chegar devido ao alto custo e, especialmente na área rural, tanto que é conhecida como internet rural por parte de seu público.

Para 2021, a companhia tem planos de lançar o satélite Echostar XXIV/Jupiter 3, que será utilizado para entregar conexões de até 100 Mbps a empresas e usuários finais em praticamente todos os países das Américas, incluindo Brasil, EUA, Canadá, México e outras regiões. O satélite utilizará tecnologia de ultradensidade (UHDS) para transmissão, e será responsável por mais que dobrar a capacidade de banda da Hughes no continente. "O Brasil é um mercado bastante competitivo, e queremos continuar crescendo por aqui, oferecendo internet de banda larga de alta qualidade", conclui Guimarães.


Viasat alega que TCU já atestou legalidade do contrato com Telebras

Para empresa americana, agravo contra o acordo movido pela Procuradoria Geral da República é baseado em mal entendidos.

America Net: Programa WiFi Livre SP une risco e oportunidade de negócios

Operadora investirá R$ 20 milhões na iniciativa e aposta que o retorno virá com a exposição da marca junto aos assinantes, revela o vice-presidente, José Luiz Pelosini. America Net vai ter 619 pontos de acesso WiFi gratuito público na capital paulista.

Um terço das casas no Brasil usam antenas parabólicas

Segundo o IBGE, são 23 milhões de domicílios, bem espalhados pelo país. Isso revela o problema que a Anatel terá para mitigar as interferências e liberar a faixa de 3,5GHz para o 5G.

Internet chega a 3 de cada 4 domicílios no Brasil

Nas mãos de 84% dos brasileiros, o celular é o típico aparelho para uso da rede. Mas as conexões fixas já alcançam 73% dos lares do país, conforme dados da PNAD Contínua TIC 2017, do IBGE. Mas quase 30% da população ainda acha que o acesso à Internet é caro.

Viasat: TCU controla viabilidade de acordo com Telebras

Segundo a vice presidente da empresa, Lisa Scapone, a demanda existe e pode ser medida pelo Gesac, mas operação comercial no Brasil depende dos ajustes no contrato para uso do satélite nacional.

Anatel indica que banda larga móvel pode ficar com sobras da TV Digital

“Edital tinha dois objetivos: a transição do sistema de TV digital e o desenvolvimento da banda larga móvel no país”, afirma presidente da agência, Leonardo de Morais. Saldo chega a R$ 877 milhões.



  • Copyright © 2005-2019 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G