Home - Convergência Digital

5G quer a faixa de 600 Mhz, hoje, usada pelas TVs

Convergência Digital - Carreira
Convergência Digital - 17/05/2018

O 5G vai exigir mais espectro para a oferta dos serviços e o momento é o de acelerar a limpeza de faixas, adverte a 5G Americas. Em abril, a entidade informa que na América Latina foram concedidos para serviços móveis 354,3 MHz em média, cerca de 18,1% da sugestão de espectro pela União Internacional de Telecomunicações (UIT) para 2020 (1.960 MHz), sugestão realizada antes de considerar a 5G. Para 5G, mais de 13.900 MHz foram identificados de forma agregada, levando em conta faixas acima e abaixo da marca dos 6 GHz.

Esta capacidade está incluída no Release 15 do corpo de padronização 3GPP (3rd Generation Partnership Project), que definirá o primeiro conjunto de padrões da 5G. Entre eles, figuram especificações para a Nova Radio 5G (5G NR), que incluem bandas de espectro distribuídas em dois intervalos amplos: bandas abaixo dos 6 GHz e acima dos 24,25 GHz.

A entidade sugere que é preciso acelerar a limpeza de faixa de tecnologias como a de 600 MHz, usada por canais de televisão, tanto quanto a de 3,5GHz. Neste intervalo, sugere a 5G Americas, existem pelo menos 2.650 MHz que podem ser aproveitadas no futuro para dar capacidade para as redes 5G. Concretamente, bandas como 600 MHz, 24 GHz e 28 GHz têm sido utilizadas para realizar testes da 5G e comtemplam espaços que podem ser harmonizados para uso como algumas das primeiras bandas 5G.

No entanto,adverte a 5G Americas, requerem ações para permitir seu uso para serviços móveis, como completar o segundo dividendo digital (600 MHz) e estabelecer mecanismos de compartilhamento ou reorganização em bandas como 24 e 28 GHz, mesmas bandas que poderiam ser leiloadas nos Estados Unidos no final de 2018.


Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

19/10/2018
Salvador vai usar plataforma de segurança pública da Huawei

19/10/2018
Embratel vai fazer teste de integração de satélite com 5G na faixa de 3,5 GHz

19/10/2018
Arquitetura cloud faz 5G facilitar a entrega de serviços aos clientes

18/10/2018
Falta de espectro e de harmonização ameaçam 5G na América Latina

18/10/2018
GSMA: Governos adiantam licitação para pressionar implantação do 5G

17/10/2018
Ericsson: quem tem de autorizar instalação de antena é a Anatel

17/10/2018
Ericsson: cidades vão ser elementos vivos conectados

17/10/2018
Satélite e fibra óptica vão ter de se harmonizar pelo 5G

17/10/2018
Para CTO da TIM, sem antenas 5G não vai sair do discurso no Brasil

16/10/2018
Claro terá rede 100% pronta para IoT até meados de 2019

Destaques
Destaques

FCC, dos EUA, impõe ‘Lei das Antenas’ para acelerar redes 5G

Regra aprovada pelo regulador dos Estados Unidos prevê entre 60 e 90 dias como prazo máximo para licenças de instalação de equipamentos, em especial, para as small cells. Lá também há burocracia e o prazo de espera pode chegar a um ano. No Brasil, a situação não é diferente.

BNDES recebe 54 projetos de IoT e selecionados terão apoio de R$ 30 milhões

São 23 projetos que propõem soluções de Internet das Coisas para cidades, 17 para saúde e 14 para campo. Juntos, envolvem investimentos de R$ 360 milhões. Banco vai selecionar, até outubro, as empresas que vão receber empréstimos não reembolsáveis.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV
Veja mais artigos
Veja mais artigos

Desvende 10 mitos sobre os cartões biométricos

Por Cassio Batoni*

Como toda nova tecnologia, os questionamentos sobre a sua segurança e e a sua confiabilidade ainda existem e são compreensíveis, mas ela veio para ficar. A impressão digital surge como a confirmação principal de que o usuário é quem diz ser.


Copyright © 2005-2016 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site