INCLUSÃO DIGITAL

Copa e eleições vão adiar cronograma da TV Digital

Luís Osvaldo Grossmann ... 23/05/2018 ... Convergência Digital

Por conta da Copa do Mundo e das eleições, o grupo que reúne governo, Anatel, operadoras e emissoras de televisão já se prepara para adiar as etapas que faltam do cronograma de desligamento dos sinais analógicos de TV. Segundo o presidente do grupo e da agência, Juarez Quadros, a estratégia visa evitar maiores turbulências no processo.

“Temos um desligamento agora no próximo dia 30 de maio em Belém, Manaus, Teresina, João Pessoa, Maceió e Aracaju. Se não der os 90% na pesquisa do Ibope, não dá para desligar em plena Copa do Mundo”, afirmou Quadros nesta quarta, 23/5, durante participação no Painel Telebrasil 2018, em Brasília.

Na próxima semana o grupo que coordena a transição digital receberá novos números do Ibope sobre o grau de preparação dos domicílios. A meta estipulada é para autorização do desligamento dos sinais analógicos apenas se pelo menos 90% dos lares estão aptos a ficar sem eles e receber somente os sinais digitais.

Por conta desses resultados, quando a pesquisa beira o percentual desejado a solução tem sido autorizar o desligamento, mas prolongando esse processo. “Às vezes temos retardado o desligamento em duas, três ou quatro semanas. Declaramos que pode desligar, mas termina mesmo o desligamento em determinado dia. Então essa data limite, a critério das emissoras, ficaria para depois da Copa”, explicou o presidente da Anatel.

Segundo ele, o mesmo deverá ocorrer na fase seguinte de desligamento. “Na outra leva de cidades, que envolve as capitais do Acre, Rondônia, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Tocantins, Roraima e Amapá, e que estão programada para 14 de agosto, deixaríamos para depois do segundo turno das eleições”, disse.


TICs em Foco - TRANSFORMAÇÃO DIGITAL
Prever. Prevenir. Detectar e Responder

Essas são a exigência da remodelagem da gestão de riscos e da segurança organizacional nas corporações.

Swap de fibras é mandatório para levar banda larga em regiões desassistidas

Compartilhamento de infraestrutura é essencial para reduzir custos e definir modelos de negócios nas cidades onde as teles não investiram, observa o CEO da UmTelecom, Rui Gomes.

Anatel vai avaliar cobertura em banda Ka para troca de 450 MHz por satélite

Com a questão ainda empatada no Conselho Diretor, área técnica da agência terá 30 dias para demonstrar qual é a capacidade real de substituição dos compromissos assumidos pelas operadoras.

Viasat define projeto para vender Internet nas áreas mais remotas do Brasil

Segundo a vice-presidente da empresa americana, Lisa Scalpone, ofertas levam em conta a realidade de cada cidade com serviços de WiFi Comunitário, mas também será direcionada para empreendedores e usuários domésticos.

UIT: Cada 10% de penetração da banda larga eleva PIB em até 1,5%

Estudo da União Internacional de Telecomunicações indica que o crescimento da banda larga móvel tem impacto mais significativo entre os países mais pobres.

Novo edital para Cidades Digitais exige compartilhamento das fibras

Edital vai beneficiar 107 municípios com R$ 64 milhões para a implantação de infraestrutura de banda larga.

Provedores devem apontar PTTs que grandes operadoras terão que conectar

Anatel quer estabelecer os critérios para definir quais os pontos de troca de tráfego deverão constar das ofertas de referencia das teles com Poder de Mercado Significativo.



  • Copyright © 2005-2018 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G