Home - Convergência Digital

Liga de futebol da Espanha usa celulares para espionar transmissão de jogos

Convergência Digital - Carreira
Luís Osvaldo Grossmann - 12/06/2018

A liga de futebol da Espanha quer usar os celulares que rodam seu aplicativo para detectar transmissões de jogos que entende irregulares. Segundo relatos da imprensa europeia, a espionagem por meio dos smartphones revoltou torcedores e foi descoberta com a entrada em vigor do novo regulamento geral de proteção de dados da Europa, pois La Liga passou a pedir autorização para acessar os microfones dos aparelhos.

“La Liga tem a responsabilidade de proteger os clubes se seus torcedores da fraude na transmissão de partidas de futebol por parte de estabelecimentos públicos (hotéis, restaurantes, cafés, etc). Estas atividades fraudulentas sugerm uma perda anual estimada em 150 milhões de euros [cerca de R$ 650 milhões] para o futebol espanhol”, reagiu a entidade, em nota, com a publicidade do assunto.

“La Liga implantou uma nova funcionalidade no seu app oficial com o único objetivo de detectar estas transmissões fraudulentas, informando de maneira transparente e solicitando o consentimento de maneira expressa e específica, podendo os usuários prestar livremente”, completa ainda a entidade, explicando que afeta apenas a versão do aplicativo para sistemas Android e apenas na Espanha. Além do microfone, o app usa o sistema de GPS dos aparelhos.

Promete, porém, a entidade que “só ativará o microfone e o geoposiocionamento do dispositivo durante os horários de partidas em que atuem equipes  de La Liga” e que não vai acessar os “fragmentos de áudio captados pelo microfone” pois estes são “convertidos de forma automática em um código binário no próprio dispositivo” e que esse processo “não permite obter a gravação”.

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

20/03/2019
STJ permite ao Fisco acessar dados do Cadastro de Clientes do Sistema Financeiro

14/03/2019
Autoridade de dados fica para trás em prioridade política

01/03/2019
Oi conduz piloto de reconhecimento facial em Copacabana no Carnaval do Rio

13/02/2019
Japão também vai criar novo órgão para fiscalizar Google e Facebook

07/02/2019
Anatel terá app para comparação de preços, mas ele só fica pronto em 2020

06/02/2019
Netshoes vai pagar R$ 500 mil por vazamento de dados de quase 2 milhões de clientes

30/01/2019
Bradesco viabiliza aluguel de carro pelo aplicativo

24/01/2019
Easy Taxi e Cabify unem operações para brigar com Uber e 99

23/01/2019
Fazenda Nacional e Serasa iniciam compartilhamento de dados de devedores

23/01/2019
Telegram ignora Fake News e aumenta número máximo de pessoas em grupo

Destaques
Destaques

Para Ericsson, 5G vai fazer acontecer, de verdade, a indústria 4.0

Presidente da fabricante para a América do Sul, Eduardo Ricotta, diz que uma operadora com 50 Mhz a 80 Mhz terá espectro para oferecer bons serviços, especialmente, o da banda larga fixa móvel. "Há cidades no Brasil, com menos de 100 mil habitantes, com conexões de 2 Mbits. O 5G vai chegar oferecendo bem mais", observa.

5G vai gerar 15 milhões de novos empregos até 2025

O ecossistema 5G está em ebulição e demandará muita mão de obra, afirma o diretor da Huawei, Carlos Roseiro. Segundo ele, vão surgir aplicações, muitas ainda inimagináveis, nos próximos seis anos. "O 5G começa hoje. A frequência virá para dar mais capacidade", observa o especialista.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV
Veja mais artigos
Veja mais artigos

Desvende 10 mitos sobre os cartões biométricos

Por Cassio Batoni*

Como toda nova tecnologia, os questionamentos sobre a sua segurança e e a sua confiabilidade ainda existem e são compreensíveis, mas ela veio para ficar. A impressão digital surge como a confirmação principal de que o usuário é quem diz ser.


Copyright © 2005-2019 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site