Home - Convergência Digital

Networking diz muito de quem você é como profissional

Convergência Digital - Carreira
Da redação - 13/06/2018

Reportagem da CIO/Estados Unidos adverte: o networking tende a ser o meio mais eficiente para quem busca a recolocação profissional. Mas exige cuidados. Isso porque os candidatos a emprego hesitam em pedir ajuda. Não basta pedir aos contatos de sua rede para mantê-lo na tela de seu radar. A maioria de nós tem cerca de cinco mil pessoas em nossos radares, completamente esquecidas. Todos nós temos boas intenções, quando usamos essa frase, mas somos muito passivos. É da natureza humana querer ajudar alguém em necessidade.

A reportagem aponta que a forma de se aproximar diz muito sobre você. As pessoas a sua volta podem estar secretamente à procura de alguém para compor seu quadro de profissionais. Imagine que você entre em contato com um ex-CEO e diga a ele que está sendo demitido. Aqui estão duas maneiras de como ele pode interpretar a conversa depois de desligar: 1) Recebi um telefonema de João hoje e ele está perdendo o emprego [suspiro]. Muitas pessoas estão sendo cortadas, com essa crise econômica... é ruim isso; ou, 2) Recebi uma lidação do João hoje. Ele está perdendo o emprego e me pediu nomes de três empresas que respeito para que ele possa pesquisar sobre elas. Vou tentar ajudá-lo.

Além disso, consultar seus contatos sobre questões profissionais faz com que se sintam apreciados. Ao perguntar-lhes algo que denote a necessidade por seus conhecimentos, você lhes atribui status de autoridade em determinados assuntos. Promove neles o senso de valor e em você o senso de alguém que é articulado, qualidade desejada.

Mas há dicas importantes, uma em destaque na hora de buscar uma nova vaga: Ofender ou malhar seu atual empregador para contatos profissionais nunca é aceitável. Quem sai de uma empresa em bons termos com seu antigo empregador tem mais chances de ser recontratado. Ao fazer o anúncio da saída, enfatize as vantagens do futuro emprego, nunca as desvantagens do atual. Aponte razões para ser grato por ter trabalhado lá, mas seja sincero, não invente coisas.




Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

Veja mais artigos
Veja mais artigos

eSocial desafia a rotina dos Recursos Humanos

Por Juliana Andrade*

Chegou a hora de as empresas tirarem proveito da robotização, especialmente, na análise de cadastros para observar se há ou não alguma informaçaõ que destoe da atualidade. O regime fiscal online exige a reparação dos dados.

Destaques
Destaques

Flexibilização no trabalho: prática bem longe da realidade no Brasil

Pesquisa mostra que 75% dos brasileiros ainda trabalham no formato tradicional: no escritório e no horário comercial. Estudo mostra ainda que 58% das empresas não fornecem recursos suficientes para viabilizar o home office.

Juízes do Trabalho: Reforma trabalhista só vale depois da sua entrada em vigor

Decisão foi tomada por mais de 700 juízes e desembargadores. Para eles, a Lei 13.467/2017 só deve valer para processos e contratos iniciados após 11 de novembro de 2017, quando a legislação entrou em vigor.

Lei Trabalhista: TST decide que demissão só pode ser homologada no sindicato

Tema é controverso, mas o ministro Alexandre Agra Belmonte decidiu em setença que "se o empregado tiver mais de um ano de serviço, o pedido de demissão somente terá validade se assistido pelo seu sindicato".

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV

Copyright © 2005-2015 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site