GOVERNO » Política Industrial

BNDES lança chamada de R$ 20 milhões para projetos de IoT

Luís Osvaldo Grossmann ... 14/06/2018 ... Convergência Digital

O BNDES lançou nesta quinta, 14/6, a primeira chamada pública para estimular o ecossistema relacionado à internet das coisas, dando sequencia ao plano nacional para esse segmento. São R$ 20 milhões para projetos piloto em cidades inteligentes, áreas rurais e saúde, em financiamentos não reembolsáveis. Além disso, o Banco vai abrir uma linha específica para emprestar também as contrapartidas das iniciativas selecionadas.

“A bola da vez do mundo hoje é a internet das coisas. Nosso objetivo é preparar o Brasil para estar vivendo utilização e implantação da internet das coisas no mesmo momento dos outros países”, afirmou o ministro de Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Gilberto Kassab, ao participar do lançamento do edital, na sede do BNDES, no Rio de Janeiro.

O presidente do Banco, Dyogo Oliveira, emendou que o Brasil pode se posicionar com essa nova onda tecnológica. “Chips e sensores representam uma parte pequena do custo. A grande agregação de valor está na integração, na construção de soluções e na melhor utilização das informações. E nesse particular o Brasil tem grande competência e poderemos tirar proveito.”

Como explicou o superintendente da área de indústria e serviços, Julio Ramundo, o objetivo é trazer à tona casos de uso onde existe a maior possibilidade de difusão e contribuição da internet das coisas para solução de problemas. A partir dos casos, as soluções serão testadas antes de massificadas. “Vamos aprender a fazer fazendo. E certamente nesse desenvolvimento identificar gargalos regulatórios, necessidade de aprimoramento de políticas, de regulação, que poderão ser endereçados com essa iniciativa”, afirmou.

“Estamos trabalhando numa chamada de R$ 20 milhões em recursos não reembolsáveis para montar casos de uso junto com empresas de tecnologias e institutos tecnológicos. O banco já tem à disposição 15 fundos de venture capital, capital semente, investimento anjo. Tem R$ 600 milhões disponíveis para aplicação nessas tecnologias por meios de fundos de capital de risco. E vamos também lançar nos próximos dias uma linha facilitada, rápida. Vamos baixar o limite de acesso direto ao BNDES para R$ 1 milhão para fazer crédito para empresas nessa área. Uma linha ágil para empresas na área de IoT”, completou.

Na prática, o BNDES poderá aportar até R$ 2 milhões pela linha não reembolsável. Com isso, o aporte mínimo de contrapartida dos esperados consórcios entre fornecedores, institutos de tecnologia e consumidores pela linha de financiamento nova será de R$ 1 milhão, mas com expectativa de que seja maior. As propostas devem ser submetidas ao BNDES até 31 de agosto próximo. O Banco espera indicar quais foram as selecionadas em até 60 dias depois dessa data.


Órgãos públicos do Executivo estão proibidos de exigir CPF e CNPJ

Medida impõe o compartilhamento de dados sem nenhuma regra de cuidado com as informações. Portaria proíbe a exigência ainda de certidões de débitos tributários e dívida ativa e certidão de quitação eleitoral.

Serpro repudia acusação de venda de dados pessoais

Estatal diz nunca ter repassado conteúdo ao site 'Consulta Pública', 'congelado' por uma ação do MPF do Distrito Federal. Sustenta ainda que não vende 'secretamente' dados de pessoas naturais ou jurídicas.

Apps de e-gov não pedem consentimento e coletam mais dados do que precisam

Segundo estudo do InternetLab com aplicativos federais e de São Paulo, nenhum dos aplicativos pede consentimento expresso e metade não possui qualquer política de privacidade.

Anac autoriza Secretaria de Patrimônio da União usar drones para fiscalização

Licitação para a compra de equipamentos pelo governo deverá acontecer a partir do final de maio. Drones vão ser usados para fiscalizar uso irregular de áreas de praia, margens de rios, terrenos de marinha e espelhos d'água, dentre outros bens públicos de propriedade da União.

CDES quer prioridade para proteção de dados e transformação digital

O Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social (CDES) recomendou ao governo que garanta dotação orçamentária adequada e mecanismos de acompanhamento da digitalização do setor público.



  • Copyright © 2005-2018 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G