Home - Convergência Digital

Diferença entre homens e mulheres em TI só cai com mais mulheres no setor

Convergência Digital - Carreira
Roberta Prescott - 18/06/2018

É preciso encorajar, desde crianças, as garotas a estudarem ciência, tecnologia, engenharia e matemática (Stem, na sigla em inglês) para que a diferença entre homens e mulheres nestas carreiras diminua com o passar dos anos. Durante sua estadia no Brasil para participar do Ciab 2018, realizado de 12 a 14 de junho, Aruna Ravichandran, vice-presidente global de produtos e soluções da CA Technologies, explicou que o caminho nesta direção já começou a ser traçado, com diversas empresas estabelecendo práticas para aumentar a participação das mulheres, inclusive em cargos de diretoria.

Ravichandran foi nomeada uma das cem mulheres mais influentes do Vale do Silício. Para ela, já se pode falar de algum progresso, mas ainda há muito para melhorar. Segundo dados apresentados por ela durante painel, nos Estados Unidos, as mulheres representavam 47% da força de trabalho em 2015, mas apenas 24% em carreiras de Stem. “Fazer com que uma mulher fique em uma carreira na área de Stem é difícil, mas fazer com que garotas escolham seguir carreira de Stem é o primeiro passo e onde as pessoas deveriam investir”, ressaltou.  Assistam a entrevista.

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

13/11/2018
Economia digital exige o fim do conflito Academia x Empresas

09/11/2018
Faltam desenvolvedores para criar software no Brasil

29/10/2018
Pessoas são a bala de prata da transformação digital

23/10/2018
Ciência de dados é ferramenta de combate ao achismo

14/10/2018
Top2You: A aceleradora de gente que tem como negócio incentivar a conversa

01/10/2018
Inserir mulheres em TI é superar sucessivos 'nãos'

28/09/2018
Cientista de dados derrubam os muros da computação

30/08/2018
É hora de correr para formar mão de obra para Internet das Coisas

21/08/2018
Desenvolvedores: fusão de Inteligência Artificial com IoT é realidade

20/08/2018
Universidade ABES quer formar líderes para comandar os robôs

Veja mais artigos
Veja mais artigos

Como a expatriação fortalece empresa e funcionários?

Por MarcosSantos*

O processo, que consiste em enviar profissionais para trabalhar na unidade da mesma empresa em outro país, promove uma troca de conhecimento entre a equipe da unidade estrangeira e novo colaborador, uma experiência enriquecedora de ampliação de  expertises e de uma nova atmosfera de trabalho.

Destaques
Destaques

América Latina é um celeiro de talentos para o Open Source

"Temos recursos surpreendentemente bons", diz Paulo Bonucci, General Manager da Red Hat na América Latina. Sobre a compra pela IBM, o executivo diz que a Red Hat se uniu com quem tem o DNA para atender o mercado corporativo.

Brasil despenca 12 posições em ranking mundial de proficiência em inglês

País passou ocupar a 53ª posição - estava em 41º - em ranking com 88 países, e que avalia o nível de proficiência no idioma de aproximadamente 1,3 milhão de pessoas. Desempenho da América Latina piorou.

STF derruba TST e reafirma terceirização irrestrita

Plenário da Corte entendeu que é lícita a terceirização tanto para a atividade-meio como para a atividade-fim, mesmo nas operadoras de telecomunicações.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV

Copyright © 2005-2015 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site