Home - Convergência Digital

Pós-pago em alta, alterna disputa entre Claro e TIM pelo segundo lugar

Convergência Digital - Carreira
Ana Paula Lobo* - 02/07/2018

O pós-pago fica cada vez mais estratégico para a concorrência entre as teles móveis, especialmente, com o avanço do 4G, que já responde por quase metade da base nacional de telefonia celular. No embate das operadoras, a Vivo se mantém na liderança com 31,90%, ou 75,10 milhões dos acessos ativos. Em maio, a Claro se consolidou na segunda posição à frente da rival TIM, com 1,95 milhões de acessos ativos.

Pelos dados divulgados pela Anatel nesta segunda-feira, 02/07, as linhas pós-pagas chegaram a 92,43 milhões, aumento de 13,55% (+11,03 milhões) em 12 meses. O crescimento foi de 0,98% (+ 893 mil) se comparado ao mês anterior. Já o pré-pago, apesar de ainda ser também um alvo das teles, o número de desconexões só aumenta. De acordo com a agência reguladora, no quinto mês do ano foram registradas 144,16 milhões de linhas móveis pré-pagas, diminuição de 11,01% (-17,70 milhões) em 12 meses e menos 0,80% (-1,48 milhão) na comparação com abril.

Mais uma vez, a TIM aparece como a operadora que mais desligou acessos pré-pago com 650 mil chips. A Vivo aparece na segunda posição com 341 mil chips desligados. A Oi desligou 84,5 mil e a Claro, 80 mil. Pelo ranking nacional da Anatel, em maio, a Vivo detinha 31,90% (75,10 milhões) do mercado de linhas móveis; seguida pela Claro, com 25,08% (59,06 milhões); Tim com 24,25% (57,11 milhões); Oi com 16,51% (38,86 milhões); Nextel, com 1,28% (3,02 milhões); Algar Telecom com 0,56% (1,31 milhões); Porto Seguro com 0,27% (635 mil); Datora com 0,10% (241 mil); Sercomtel com 0,03% (66 mil); e outras com 0,02% (50 mil).

*Com informações da Anatel

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

21/09/2018
Demora do INPI deixa marca iPhone grátis para Apple no Brasil

20/09/2018
Anatel formaliza proposta para adotar licença única para serviços de telecom

20/09/2018
Haroldo, o robô da defesa do consumidor, atendeu mais de 12 mil brasileiros

20/09/2018
Triplicam os ataques de malware via internet das coisas

19/09/2018
Dois meses depois, TCU evita mérito do Gesac e libera satélite só em Roraima

19/09/2018
CVM recomenda cuidado com as operações ilegais a partir dos criptoativos

19/09/2018
BRPhotonics: sem dinheiro, morreu o sonho de fazer chip no Brasil

19/09/2018
Cada US$ 1 investido em tecnologias digitais adicionou US$ 20 ao PIB

19/09/2018
STF julga remoção de conteúdo do Facebook sem ordem judicial

18/09/2018
Em 2017, Lei do Bem incentivou R$ 10 bilhões em P&D de 1,5 mil empresas

Destaques
Destaques

4G: Belo Horizonte tem melhor cobertura, Porto Alegre maior velocidade

Estudo da OpenSignal indica que nas 14 maiores cidades brasileiras o sinal de LTE está disponível pelo menos 73% do tempo, acima dos 66% da média nacional.

América Latina restringe espectro e fica longe da meta da UIT

Até setembro, de acordo com a 5G Americas, foram concedidos, em média, na região, 363,8 MHz de espectro para a oferta de serviços móveis na América Latina.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV
Veja mais artigos
Veja mais artigos

Desvende 10 mitos sobre os cartões biométricos

Por Cassio Batoni*

Como toda nova tecnologia, os questionamentos sobre a sua segurança e e a sua confiabilidade ainda existem e são compreensíveis, mas ela veio para ficar. A impressão digital surge como a confirmação principal de que o usuário é quem diz ser.


Copyright © 2005-2016 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site