Home - Convergência Digital

4G estará em dois terços dos acessos da América Latina até 2022

Convergência Digital - Carreira
Convergência Digital - 04/07/2018

As conexões 4G LTE deverão superar o 3G em número de assinantes já no próximo ano, estima a projeções da GlobalData, sendo que na América Latina até 2022 a nova geração vai duplicar e estará em praticamente dois terços dos acessos, ou 65% do total.

Por isso mesmo, o diretor da 5G Americas para América Latina e Caribe, José Otero, chamou a atenção sobre a necessidade de disponibilizar frequências para o desenvolvimento das redes. “A principal preocupação para o futuro é que precisaremos entre 3 e 18 GHz de frequências em áreas densamente povoadas para que as tecnologias funcionem corretamente”, afirmou.

Nessa análise, o principal destaque vai para o Brasil, considerado “o principal país da América Latina que entregou mais espectro para o funcionamento da 2G, 3G e 4G de forma agregada”, mas que ainda assim não foi muito além da disponibilização de 600 MHz.

De acordo com a GlobalData, as assinaturas móveis na América Latina chegarão a 804 milhões no ano de 2022. O principal fator para este aumento será o crescimento de smartphones que deverão, nos próximos quatro anos, somar 135 milhões de novas assinaturas.

A projeção também indica que em 2012 começarão a aparecer as primeiras ofertas comerciais de 5G na América Latina. Até lá, o foco ainda estará no aumento da cobertura 4G e no retorno desses investimentos. Além disso, o número conexões máquina a máquina também deverão dobrar até 2022, ultrapassando 70 milhões de dispositivos na AL.

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

22/03/2019
4G já é a tecnologia de 4 bilhões de conexões móveis

19/03/2019
Velocidade de download 4G oscila em todas as teles no Brasil

13/03/2019
América Latina avança no uso de redes 4G com capacidades acima de 1 Gbps

11/03/2019
4G da Oi leva Internet e comunicação à estação brasileira da Antártica

20/02/2019
‘Horário nobre’ derruba velocidade da internet móvel pela metade no Brasil

15/02/2019
Teles ativaram um 4G por segundo em 2018

08/02/2019
Brasil termina 2018 com 4G em 56,6% dos celulares

04/02/2019
TIM amplia oferta de banda larga fixa por 4G em São Paulo

16/01/2019
TIM amplia 4G na faixa de 700 Mhz em São Paulo

16/01/2019
Latência alta é o calcanhar de aquiles do 4G no Brasil

Destaques
Destaques

Para Ericsson, 5G vai fazer acontecer, de verdade, a indústria 4.0

Presidente da fabricante para a América do Sul, Eduardo Ricotta, diz que uma operadora com 50 Mhz a 80 Mhz terá espectro para oferecer bons serviços, especialmente, o da banda larga fixa móvel. "Há cidades no Brasil, com menos de 100 mil habitantes, com conexões de 2 Mbits. O 5G vai chegar oferecendo bem mais", observa.

5G vai gerar 15 milhões de novos empregos até 2025

O ecossistema 5G está em ebulição e demandará muita mão de obra, afirma o diretor da Huawei, Carlos Roseiro. Segundo ele, vão surgir aplicações, muitas ainda inimagináveis, nos próximos seis anos. "O 5G começa hoje. A frequência virá para dar mais capacidade", observa o especialista.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV
Veja mais artigos
Veja mais artigos

Desvende 10 mitos sobre os cartões biométricos

Por Cassio Batoni*

Como toda nova tecnologia, os questionamentos sobre a sua segurança e e a sua confiabilidade ainda existem e são compreensíveis, mas ela veio para ficar. A impressão digital surge como a confirmação principal de que o usuário é quem diz ser.


Copyright © 2005-2019 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site